28 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Autoridades de Donetsk evacuaram 491 pessoas de Mariupol

Rusia, Ucrania, conflicto, evacuación, población, Mariúpol

Autoridades de Donetsk evacuaram 491 pessoas de Mariupol

kyiv, 14 mai (Prensa Latina) As autoridades da autoproclamada República Popular de Donetsk (DPR) informaram a evacuação entre ontem e hoje de 491 pessoas da cidade de Mariupol para um centro de alojamento temporário na cidade de Bezmennoye.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A Sede de Defesa Territorial da DPR indicou em seu canal Telegram que entre os refugiados transferidos nas últimas 24 horas, 63 crianças viajaram.

Ele revelou que desde 5 de março, um total de 31.781 pessoas foram evacuadas para aquela cidade, a 30 quilômetros de Mariupol, de onde são enviadas para a cidade de Donetsk, na Rússia ou outros lugares que decidirem.

Localizada na região de Donetsk, Mariupol é a maior cidade portuária da costa do Mar de Azov e um dos principais centros da indústria metalúrgica em Donbass.

A luta pela libertação de Mariupol das forças de Kiev e nacionalistas começou em 25 de fevereiro, um dia após o início da operação militar russa na Ucrânia. A cidade foi completamente bloqueada por tropas russas e milícias da DPR, confrontos que continuaram até que o inimigo foi desalojado da cidade e um grupo deles se refugiou na siderúrgica Azovstal, onde ainda permanecem.

O porta-voz do chefe de Estado russo, Dmitri Peskov, disse hoje que seu país atua em relação às pessoas bloqueadas naquela metalúrgica seguindo a ordem do presidente Vladimir Putin.

O alto funcionário comentou assim as declarações da vice-primeira-ministra ucraniana Irina Vereshchuk, sobre o desejo de Kiev de assinar um documento para a saída e transferência dos envolvidos do território Azovstal.

“Partimos das palavras de nosso presidente sobre a possibilidade de todos os civis deixarem o território da usina e deixá-lo em qualquer direção que escolherem, o que foi realizado”, disse ele a repórteres.

O chefe da assessoria de imprensa do Kremlin sublinhou que, no caso dos militares, “foi dito que eles também poderiam sair depondo as armas, seriam tratados adequadamente, todos os feridos receberiam a atenção médica necessária”.

Em 7 de maio, o alto funcionário do governo de Kiev informou que todos os civis já haviam deixado o território da usina.

Por sua parte, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigú, anunciou em 4 de maio que os restos de um grupo militar ucraniano ainda estão bloqueados no perímetro de Azovstal, enquanto as forças de Moscou continuam tentando convencê-los a sair e depor suas armas.

car/mml/ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.