27 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Colóquio sobre Carilda Oliver na Feira do Livro de Cuba

Colóquio sobre Carilda Oliver na Feira do Livro de Cuba

Matanzas, Cuba, 12 de maio (Prensa Latina) Um colóquio sobre a obra de Carilda Oliver Labra no seu centenário abriu hoje o capítulo Matanzas na XXX Feira Internacional do Livro de Cuba (FIL-2022), aqui agendada até 15 de maio.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Quando Virgilio López Lemus, poeta, ensaísta, crítico literário e de arte, interveio, destacou que mesmo Carilda, figura literária de destaque na Ibero-América, tem muitas coisas a declarar e cuja obra tem uma forte harmonia, como ela amava o décimo como Jesús Orta Ruiz, o índio Nabori.

A também acadêmica e pesquisadora literária cubana, destacou que o melhor da produção de Carilda está relacionado ao romântico, “no entanto, em sua obra há uma evocação social, uma poesia com referência civil, e a presença surrealista em poemas de tom conversacional. “.

O bardo Israel Domínguez descreveu a vencedora do Prêmio Nacional de Literatura de 1997 como uma mulher longeva, ousada, sábia, com grande força em seus textos, “poeta em todos os sentidos da palavra, era popular com poemas com alto nível de comunicação e frescor da linguagem”.

“Ele se preocupava com a história de seu país e do mundo. Mostrava despreocupação e coragem em seus textos, uma atitude positiva diante da vida e o melhor prêmio foram seus leitores”, acrescentou Domínguez.

O encontro foi realizado no Museu Palacio de Junco, onde foram apresentados os livros Al sur de mi gorda e Venía del sur, da Editora.

Aldrava; a plaqueta Manglar e Uvero, das Ediciones Matanzas; Eu sei

foi inaugurada uma exposição fotográfica de Carilda Oliver e cancelado um selo postal dedicado à autora.

Efraín Pérez Izquierdo, diretor do Centro de Livros e Literatura da demarcação (Cpllm), disse à Prensa Latina que o FIL-2022 foi um evento muito esperado e esperado pela população de Matanzas, muito dada à leitura, depois de dois anos de afastamento devido ao Covid-19.

“É um desafio alto em uma situação complexa, que possamos nos aproximar das expectativas dos leitores. Acho que será um sucesso porque trabalhamos com esse propósito, há vontade e muito interesse e dedicação de todos de nós que estamos envolvidos neste evento cultural “, disse Perez Izquierdo.

“Em Matanzas temos 457 títulos que são novidades literárias e são comercializados em 37 espaços de venda na zona de feiras, 12 salas de apresentação e 28 ramais da FIL em centros de trabalho e estudos, organizações e instituições”, acrescentou o responsável do Cpllm .

Nesta cidade, o encontro com as letras tem como espaços principais a Plaza de la Vigía, adjacente ao local de fundação da cidade, que completará 329 anos em 12 de outubro; o passeio do rio San Juan (rua de pedestres Narváez) e o centro histórico da cidade.

Outros espaços para apresentações, colóquios, homenagens e exposições são o Teatro Sauto, a Câmara Municipal, a Casa Vigía, a sede da Uneac, o Arquivo Histórico e a Galeria de Arte Pedro Esquerré.

acl/wap/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.