29 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

EUA são criticados na Itália por adiar vistos para a Prensa Latina

EUA são criticados na Itália por adiar vistos para a Prensa Latina

Roma, 9 mai (Prensa Latina) O diretor de jornalismo italiano da Altrenotizie, Fabrizio Casari, censurou os Estados Unidos pela demora na concessão de vistos aos correspondentes da Prensa Latina, em um artigo publicado hoje por aquela publicação digital.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Uma série de avaliações indicam que estamos diante de algo muito pior do que a recusa de concessão de vistos, apontou Casari no texto intitulado “Cuba-EUA: I visti non si vedono” (Os vistos não são vistos), uma brincadeira com palavras apoiadas pela sinonímia em italiano do substantivo “visa” (visto) com o particípio do verbo “ver”.

Ao abordar o processo iniciado em 2019 por jornalistas da agência de notícias para retornar ao trabalho na sede da ONU em Nova York e Washington, após estadias de férias em Cuba, o autor do artigo afirmou que é “altamente provável” que o problema seja político e não administrativo.

Em primeiro lugar, destacou, no caso de Nova York, os correspondentes da Prensa Latina são credenciados junto às Nações Unidas, o que obriga os Estados Unidos a conceder licenças como país-sede da organização mundial.

No entanto, o atraso persiste apesar dos esforços feitos pela Associação de Correspondentes das Nações Unidas com a Missão dos Estados Unidos na ONU.

Em vez disso, a Prensa Latina denuncia que inicialmente as autoridades norte-americanas haviam declarado que os pedidos estavam em um “processo administrativo”, mas depois deixaram de responder aos pedidos da organização sindical, especificou.

A este respeito, salientou que tanto a Unidade de Ligação e Acreditação dos Media da ONU como Stéphane Dujarric, porta-voz do Secretário-Geral António Guterres, estão cientes do problema.

Entretanto, acrescentou, um número crescente de personalidades e organizações de vários países manifestam preocupação com o que é claramente arbitrário.

Ao mesmo tempo, Casari afirmou que, no plano bilateral, não há motivo para impedir o trabalho dos jornalistas cubanos, já que a agência cubana não faz nada além de realizar em Washington a atividade que seus colegas estadunidense realizam em Cuba, como os casos da Associated Press e da CNN.

Na opinião do diretor do altrenotizie.org, propondo-se como baluarte da informação livre ao mesmo tempo em que impede o trabalho jornalístico dos cubanos nos Estados Unidos, obedece a uma concepção singular de liberdade de imprensa.

Por isso, considerou que as autoridades norte-americanas parecem temer uma agência noticiosa que, embora em dimensão e potencial econômico não seja comparável às norte-americanas, em termos de qualidade profissional não tem nada a invejá-las, mas bom ensiná-los.

jf/fgg/ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.