19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

A defesa da Pátria é sagrada, Putin enfatiza (+Fotos)

A defesa da Pátria é sagrada, Putin enfatiza (+Fotos)

Moscou, 9 mai (Prensa Latina) O presidente russo Vladimir Putin enfatizou hoje que a defesa da pátria é sagrada, falando em uma cerimônia na Praça Vermelha para marcar o 77º aniversário do triunfo sobre a Alemanha nazista.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Lembrou as principais batalhas que definiram a vitória soviética na Grande Guerra Patriótica (1941-1945) e disse que as tropas russas estão agora lutando na região de Donbass da mesma forma para impedir a propagação do fascismo na Ucrânia.

Putin pediu um minuto de silêncio em homenagem a todos aqueles que morreram na guerra contra a Alemanha nazista e aos russos que perderam suas vidas na operação militar de Moscou na Ucrânia.

O Chefe de Estado significou a inevitabilidade do ataque preventivo contra as forças de Kiev diante de uma situação que constituía uma ameaça à Ucrânia e, em particular, às autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Luhansk.

Um total de 11.000 soldados, alunos de escolas militares e cadetes, 131 unidades de armas e equipamentos militares modernos, assim como 77 aeronaves e helicópteros estão participando da cerimônia na icônica Praça Vermelha.

Veículos blindados Tayfun, BMP-2, BMP-3 e Kurganets-25 veículos de combate à infantaria, tanques T-72BZM, T-90M Proryv e T-14 Armata, sistemas de mísseis táticos Iskander-M, howitzers Msta-S e lançadores de mísseis múltiplos Tornado-G farão parte da coluna mecanizada.

Também incluirá sistemas de defesa aérea Tor-M2, Buk-MZ e S-400 Triumf, equipes de tropas aerotransportadas e Forças de Mísseis Estratégicos.

Além da Rússia, o Dia da Vitória está sendo comemorado pela maioria das antigas repúblicas soviéticas, que também foram protagonistas e vítimas na luta contra o fascismo.

Em 8 de maio de 1945, às 22h43, horário de Berlim, foi assinado o ato de rendição completa e incondicional da Alemanha nazista, o que, devido à diferença horária, significava 9 de maio na União Soviética.

Como resultado da invasão fascista, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) sofreu perdas de mais de 27 milhões de pessoas, a destruição de mais de 1.710 cidades, 70.000 vilarejos e vilas, bem como danos incalculáveis à indústria e à agricultura.

Os soldados soviéticos não apenas defenderam seu país, mas libertaram a Europa da invasão fascista e chegaram a Berlim para fazer o inimigo depor suas armas e assinar a Lei de Rendição Incondicional em 9 de maio de 1945.

Nos últimos anos, as autoridades russas intensificaram sua defesa da história nacional diante das deturpações dos acontecimentos da Segunda Guerra Mundial e do papel de liderança do Exército Soviético no triunfo sobre as tropas nazistas.

jf/mml/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.