25 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Palestina acusa a Israel de elevar tensão com novo plano colonial

Palestina acusa a Israel de elevar tensão com novo plano colonial

Ramallah, 7 mai (Prensa Latina) O premiê palestino, Mohammad Shtayyeh, afirmóou hoje que os planos israelenses de construir quase 4 mil moradias para colonos judeus na Cisjordânia violam as leis internacionais e constituem uma ameaça para a paz regional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os intentos do chefe do governo israelense, Naftali Bennett, de manter unida á fraca aliança no poder não “será a través de confiscar nossa terra, roubar nossa riqueza e violar nossos santuários”, afirmou o político num comunicado.

Shtayyeh enfatizou que a área está sob tensão devido às políticas e práticas de perseguição, racismo e limpeza étnica aplicadas por Tel Aviv contra o povo palestino.

Diante dessa situação, ele pediu aos Estados Unidos que pressionem seu aliado para interromper seus planos.

O Ministério das Relações Exteriores da Palestina condenou o anúncio do dia anterior, considerando que o projeto é um claro desafio ao direito internacional.

Além disso, representa “uma séria ameaça às chances de alcançar a paz e restabelecer o diálogo para resolver o conflito de acordo com o princípio da solução de dois Estados”, alertou.

O Ministério da Defesa de Israel revelou que na próxima quinta-feira o Conselho Superior de Planeamento da Administração Civil, anexo a essa pasta, vai aprovar a criação de 2.536 unidades habitacionais para colonos judeus e sublinhou que decorre paralelamente o processo de construção de mais 1.452.

A chefe do Interior, Ayelet Shaked, forte defensora dos assentamentos e conhecida por suas posições de extrema-direita, comemorou a medida em sua conta no Twitter, considerando-a “algo básico, necessário e óbvio”.

De acordo com o The Times of Israel, nas últimas semanas aumentou a pressão sobre Bennett, inclusive de seu próprio partido, para promover projetos de construção para colonos.

“Este governo não é diferente de nenhum outro (…) Eles continuam a construir na Cisjordânia e destroem a possibilidade de um acordo”, denunciou Hagit Ofran, da organização israelense Paz Agora.

De acordo com várias fontes, cerca de 490.000 israelenses vivem em assentamentos na Cisjordânia e outros 200.000 em Jerusalém Oriental.

carro/roubo/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.