27 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

UE estuda embargo progressivo ao petróleo russo

UE estuda embargo progressivo ao petróleo russo

Bruxelas, 4 de mai (Prensa Latina) A União Europeia (UE) anunciou hoje uma proposta para bloquear gradualmente suas importações de petróleo da Rússia, como parte do sexto pacote de sanções contra Moscou desde fevereiro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A chefe da Comissão Europeia (CE), Ursula von der Leyen, expôs perante o Parlamento comunitário os regulamentos que serão negociados com os países do bloco.

Essa nova tentativa de sanções se somaria a outras já em vigor após o lançamento da operação militar especial da Rússia na Ucrânia.

Vamos renunciar progressivamente às entregas russas de petróleo em um período de seis meses e às de derivados de petróleo até o final do ano, disse Von der Leyen no Parlamento Europeu.

Para sua entrada em vigor, o pacote deve ser aprovado por unanimidade e a lista de pessoas e entidades afetadas pode ser modificada, segundo fonte diplomática da comunidade.

Dado o alto impacto para os países da UE da suspensão total das importações de petróleo russo, Von der Leyen assegurou que a cessação das importações será feita de forma gradual.

Os regulamentos serão implementados de forma a permitir que nós e nossos parceiros garantam rotas alternativas de abastecimento e minimizem o impacto nos mercados globais, disse a chefe da CE.

Essas declarações referem-se à Hungria e à Eslováquia, dois países que dependem quase inteiramente do petróleo russo e para os quais está prevista uma exceção até 2023.

Mas logo após o discurso de von der Leyen, o governo húngaro lamentou a ausência de “garantias” para sua segurança energética.

Não vemos planos na atual iniciativa para administrar um período de transição, disse Zoltan Kovacs, porta-voz do Executivo do primeiro-ministro Viktor Orban, segundo a agência de notícias Bloomberg.

As novas sanções em estudo incluem uma longa lista de militares e personalidades, incluindo o chefe da Igreja Ortodoxa Russa, Patriarca Kirill, e o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, bem como sua família, segundo essa fonte.

No final de fevereiro, Moscou anunciou sua operação em Donbass, a pedido dos governos das autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk.

O objetivo do desdobramento, segundo a Rússia, é desnazificar e desmilitarizar a Ucrânia, cujo governo vem sitiando há oito anos esses territórios de maioria de língua russa.

A resposta da UE e do Ocidente foi a imposição de vários pacotes de sanções econômicas para isolar o gigante eslavo, segundo declarações do próprio mecanismo integracionista.

mem/ehl / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.