19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Protestos sírios em Golã contra plano israelense de turbinas eólicas (+Fotos)

Protestos sírios em Golã contra plano israelense de turbinas eólicas (+Fotos)

Damasco, 4 de maio (Prensa Latina) Os moradores do Golã sírio ocupado por Israel desde junho de 1967 reiteraram hoje sua rejeição aos planos de construir dezenas de aerogeradores em suas terras agrícolas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Reafirmamos nossa determinação de continuar a luta contra o ocupante até que seu plano de confiscar nossos campos agrícolas através da construção de turbinas eólicas seja frustrado, afirmaram os golaneses durante um ato organizado no complexo religioso druso de Abi Zeer Al-Ghifari.

Eles denunciaram que as autoridades de Tel Aviv persistem por todos os meios para implementar o plano mencionado e seu principal objetivo é usurpar mais terras.

Esgotaram-se todos os meios pacíficos para travar o plano e somos obrigados a enfrentá-lo e impedir a sua implementação com acções no terreno, sejam quais forem os sacrifícios e custos, asseguraram os moradores deste território ocupado.

Israel pretende com este plano apreender mais de 600 hectares para construir 46 turbinas eólicas, o que, segundo os sírios, constitui uma violação da Resolução do Conselho de Segurança nº 497 de 1981, que confirma que todas as medidas tomadas pelo ocupante no Golan foram nenhum efeito jurídico.

O Ministério das Relações Exteriores da Síria assegurou que as políticas muito agressivas de Israel não serão capazes de mudar a verdade eterna de que o Golã era e continuará sendo árabe e sírio, e inevitavelmente retornará à pátria.

Israel ocupou o Golã após a chamada Guerra dos Seis Dias, em 1967, e incorporou aquele território ao seu ordenamento jurídico em 1981, o que foi rejeitado pela comunidade internacional.

A administração anterior dos EUA reconheceu a soberania israelense sobre esta região em 2018 em uma violação clara e flagrante das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Damasco reafirmou que este território é parte inseparável da Síria e trabalhará para recuperá-lo por todos os meios disponíveis e garantidos pelo direito internacional.

Ele instou as Nações Unidas e seus Estados membros a assumirem suas responsabilidades e pressionarem Tel Aviv a encerrar sua ocupação e rejeitar o status legal resultante das violações do direito internacional pelas autoridades de ocupação.

mem/fm/glmv

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.