26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Ileana e Piero unidos na vida e no amor por Cuba

Ileana e Piero unidos na vida e no amor por Cuba

Por Frank Gonzalez
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Roma, 3 mai (Prensa Latina) Unidos na vida e no amor por Cuba, a soprano cubana Ileana Jiménez e o psicólogo italiano Piero Guarini encontraram na cultura um terreno fértil para a solidariedade com a ilha desde Turim.

Piero preside o Centro de Estudos Itália-Cuba (CSIC), uma organização sem fins lucrativos, sem filiação partidária ou religiosa, criada em 2017 para promover o conhecimento e a divulgação de informações sobre a realidade da nação caribenha em diferentes áreas do conhecimento e da educação , criação artística e literária.

Um dos objetivos declarados da entidade agraciada com o selo comemorativo dos 60 anos do Instituto Cubano de Amizade com os Povos é facilitar “a correta interpretação e valorização da experiência revolucionária cubana” para a qual desenvolve diversas iniciativas culturais.

Ileana é a diretora artística da organização e proprietária da editora Epics, inserida na estratégia do CSIC em colaboração com a Editora Abril.

O Centro é formado por colegas de vários setores que trabalham com Cuba há anos, disse Piero em entrevista à Prensa Latina, na qual explicou que o objetivo era “levar a voz de Cuba à Itália e fazê-lo através de todas as experiências da sociedade cubana, sua história e atividade”.

Para atingir este objetivo, salientou, o projeto tinha de ser capaz de “alcançar o maior número de pessoas possível e, sobretudo, envolver muitos jovens”, problemas enfrentados por outras organizações de solidariedade com a ilha.

“Não tínhamos em mente a ideia de criar outra associação porque na Itália existem muitas e funcionam muito bem e por isso ‘prefiro defini-la como um laboratório porque realiza um trabalho muito específico com a colaboração de pessoas de diversos setores’”.

O objetivo que projetávamos era desenhar uma estratégia para desenvolver o trabalho, para o qual era necessário analisar os problemas, também no campo da comunicação, para derrubar o muro de desinformação construído em torno de Cuba.

A ideia de recorrer a outras linguagens no campo da cultura tomou forma e, especificou, começamos a trabalhar no campo do teatro, da cinematografia, das artes plásticas, com o intuito de chegar ao público sem um discurso teórico, mas fazendo-o compreender a diferença dos sistemas de forma mais direta.

Seguindo essa estratégia, destacou Ileana, consideramos oportuno desenvolver uma colaboração com a Epics, que existia focada em livros universitários, e começamos a publicar volumes que falavam de Cuba.

“Em 2017 contatámos a Editora Abril com a qual temos uma estreita colaboração. Nós a convidamos para participar da Feira do Livro de Turim, com seus títulos que publicamos aqui, e no ano seguinte ela nos convidou para a Feira Internacional do Livro de Havana. Isso foi em 2020, um mês antes do início da pandemia”, disse ela.

A pandemia de Covid-19 ampliou o horizonte do Centro de Estudos Itália-Cuba, que foi significativamente influenciado pela presença em Turim, de 13 de abril a 20 de julho de 2020, de uma brigada composta por 21 médicos, 16 enfermeiros e um coordenador de logística enviado pela ilha para ajudar a lidar com a emergência sanitária.

Ileana fez parte, como tradutora, do grupo de voluntários organizado pela Agência de Intercâmbio Cultural e Econômico com Cuba para apoiar o trabalho dos colaboradores da saúde.

Para mim foi e continua a ser motivo de grande emoção poder realizar este trabalho, disse a artista cubana, afirmando que embora conhecesse a qualidade “dos nossos médicos e enfermeiros”, trabalhando com eles, de forma muito circunstâncias difíceis, “permitiram-me conhecer, ainda mais, porque o meu país é um dos primeiros na profissão médica”.

“Vê-los trabalhando incansavelmente, dia e noite, procurando uma solução para cada paciente, me fez sentir muito mais cubana e orgulhosa do meu país a cada dia”, disse ela.

Durante a sua estadia em Turim, fizeram contribuições científicas relacionadas com as suas experiências de enfrentamento da pandemia que recolhemos, como editora, no livro “Cubanos en Turín”, recentemente apresentado na trigésima edição da Feira Internacional do Livro de Havana.

Como bem disse Ileana, destacou Piero, a experiência da brigada médica cubana aqui na Itália foi um evento muito importante e um aspecto muito importante para nossa organização e para todos aqueles que trabalham aqui na Itália junto com Cuba.

Com seu trabalho aqui, disse ele, eles conseguiram fazer a Itália entender, de forma real, prática e concreta, O que é saúde em Cuba, qual o significado e a importância que se dá a ela lá, além de demonstrar como o sistema de saúde cubano enfrentou efetivamente a pandemia.

Nesse contexto, a Epics também publicou a edição italiana do livro “Diário de Turim, solidariedade em tempos de pandemia”, do escritor e jornalista Enrique Ubieta, que compartilhou experiências com colaboradores cubanos da saúde durante esses 100 dias de nobre trabalho.

Foi muito importante para nós entender como manter viva essa memória, ressaltou Piero, que há 30 anos está ligada à solidariedade com Cuba , 22 deles junto com Ileana, com quem desenvolve novos projetos de apoio à ilha, inclusive no campo da contrainformação, por meio das redes sociais.

acl/fgg/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.