24 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Líderes africanos prestam homenagem ao ex-presidente queniano

Líderes africanos prestam homenagem ao ex-presidente queniano

Nairóbi, 30 abr (Prensa Latina) Não estamos nos reunindo para homenagear um pai fundador de nossa amada nação, declarou o presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, em homenagem dos líderes africanos ao ex-presidente do país, Mwai Kibaki, que será sepultado hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Estamos aqui para lamentar sua morte e também para celebrar a vida magnífica de um homem que teve um incrível dom de tolerância e a grande capacidade de suportar pressão ou dor, sem demonstrar angústia, disse Kenyatta durante uma missa de réquiem.

O presidente queniano, que descreveu Kibaki como “um dos maiores estadistas africanos de seu tempo” e que “lançou as bases para o desenvolvimento econômico e a nacionalidade do Quênia”, destacou sua capacidade de “virar infortúnios políticos após a violência pós-eleitoral de 2008 em um processo constitucional”.

Juntamente com Kenyatta, os presidentes da Etiópia (Sahle-Work Zewde), África do Sul (Cyril Ramaphosa) e Sudão do Sul (Salva Kiir Mayardit) também lhe prestaram homenagem, bem como representantes dos chefes de Estado do Malawi, Tanzânia e Uganda, entre outras nações africanas.

Zewde comentou que Kibaki sempre foi um verdadeiro amigo de seu país, destacando “o fortalecimento da relação entre a Etiópia e o Quênia durante seu mandato”, e destacou “a mediação de ambas as nações para alcançar o Acordo de Paz no Sudão do Sul”.

Ele será lembrado por sua grande liderança no Quênia e no continente. Foi um grande estadista. Aprendemos muitas lições sobre sua liderança e sempre nos lembraremos de como ele era grande, disse Ramaphosa.

Nosso país sofreu com a notícia. Estendemos e apresentamos nossos últimos respeitos e enviamos condolências a todos os quenianos. Sentimos a angústia que eles estão passando, mas ao mesmo tempo acho que estão aqui para celebrar a vida de um grande estadista, acrescentou.

Kiir Mayardit, por sua vez, elogiou o “trabalho árduo de Kibaki para garantir que o Sudão do Sul obtenha liberdade e independência sem condições”.

O acordo de paz do Sudão do Sul, assegurou, foi assinado aqui em Nairobi durante a presidência de Mwai Kibaki, graças à sua gestão, e em sua homenagem a bandeira do nosso país é hasteada a meio mastro.

Emilio Stanley Mwai Kibaki, que governou de 2002 a 2013 e que é lembrado de forma especial por sua gestão econômica, morreu no último dia 22 de abril, aos 90 anos, e será enterrado em Nyeri, município localizado no centro do Quênia.

car/raj/ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.