23 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Superpopulação e máximo de mortes em prisões no Uruguai

Superpopulação e máximo de mortes em prisões no Uruguai

Montevidéu, 29 abr (Prensa Latina) O comissário parlamentar penitenciário do Uruguai, Juan Miguel Petit, confirmou hoje a existência de superlotação carcerária no país, que em 2021 registrou um número inédito de 86 mortes.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Ao apresentar um relatório anual sobre essa área, ele categorizou os dados contidos como alarmantes, a partir do aumento de pessoas privadas de liberdade, o que “não é um desenho malévolo, mas porque há uma série de questões sociais que o Estado não consegue resolver de outra maneira”.

De acordo com o documento endereçado à Assembleia Legislativa, do total de óbitos, 45 correspondem a mortes violentas em estabelecimentos prisionais, entre 21 homicídios, 18 suicídios e seis acidentais ou pouco claros, sendo o restante por causas naturais.

Os centros penitenciários do Uruguai abrigam atualmente 14.302 detentos, com uma densidade de 135%, com o que o país subiu para o oitavo lugar no mundo em número de presos por 100.000 habitantes.

Petit apontou a falta de outras medidas alternativas à execução penal com prisão excessiva e punição em condições de vida em prisões que são ruins sem coibir a violência e que exigem medidas.

Em seu relatório afirmou que “há um fio tênue de política social que não está atingindo um número de jovens que são devastados por esta leva do século XXI, que são o tráfico de drogas e a cultura da droga”.

acl/hr/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.