26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Imunologia em Cuba: na vanguarda contra o câncer, Covid-19 e mais

Dia-Mundial-Inmunologia-1-1024x470-1-300x137

Imunologia em Cuba: na vanguarda contra o câncer, Covid-19 e mais

Havana, 29 abr (Prensa Latina) As contribuições da imunologia cubana são vitais hoje na luta contra a pandemia de Covid-19, mas também no tratamento de tipos de câncer com vacinas próprias e anticorpos monoclonais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Isso é relatado em um artigo publicado pelo Ministério da Saúde Pública (MINSAP) desta nação antilhana para comemorar este 29º Dia Internacional da Imunologia, uma iniciativa promovida em 2005 pela Federação Europeia de Sociedades de Imunologia e celebrada mundialmente desde 2007.

Segundo o comunicado, o confronto com a pandemia de Covid-19 foi o culminar do impacto da especialidade no país com a contribuição dos imunologistas na concepção e desenvolvimento das vacinas cubanas, bem como na avaliação da sua imunogenicidade.

Três imunógenos: Soberana 02, Soberana Plus e Abdala; além de dois candidatos: Mambisa e Soberana 01, além de todas as crianças maiores de dois anos imunizadas contra esta doença, colocam a nação antilhana em posição avançada em todo o mundo, destaca o texto.

Da mesma forma, a imunologia tornou-se um fator decisivo na criação de kits diagnósticos baseados em princípios imunológicos e no tratamento da infecção por meio da imunomodulação da resposta imune com produtos como a Biomodulina T.

Além da transfusão de anticorpos específicos de pacientes recuperados, o reposicionamento de produtos biotecnológicos, basicamente anticorpos monoclonais e peptídeos com ação anti-inflamatória, utilizados em pacientes graves e críticos.

Destaca-se também na reabilitação de convalescentes com resposta inadequada à vacinação, reinfecções e lesões pulmonares como sequelas da doença.

O desenvolvimento da imunologia mostra resultados favoráveis na implementação do Programa Nacional de Atenção Integral às Imunodeficiências, indica o MINSAP.

Neste contexto, são garantidos o diagnóstico, acompanhamento e tratamento de doenças complexas, bem como a introdução de novos procedimentos terapêuticos mais eficazes.

Na imunologia, é transcendente o desenvolvimento de estudos de histocompatibilidade ou compatibilidade tecidual, o que permite uma melhor seleção do doador para transplante renal e hematopoiético, destaca o documento.

Além disso, destaca que as melhorias introduzidas no diagnóstico imunológico e a aplicação de protocolos terapêuticos avançados, permitiram que em Cuba cerca de 80% das crianças sofram de leucemia linfoblástica aguda, a doença maligna mais comum da corrente sanguínea nessa faixa etária , consegue curar.

Avanços promissores também são observados no controle e sobrevida em pacientes adultos com leucemia.

A partir da imunologia e de sua aplicação prática na biotecnologia cubana, abordaram-se tratamentos de outros tipos de câncer, como carcinoma de pulmão, cabeça e pescoço, gliomas, com vacinas próprias e anticorpos monoclonais registrados no país caribenho e em algumas nações.

mem/cdg/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.