28 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cuba ratifica em Genebra compromisso com Convenção contra a Tortura

cuba-ratifica-em-genebra-compromisso-com-convencao-contra-a-tortura

Cuba ratifica em Genebra compromisso com Convenção contra a Tortura

Genebra, 29 abr (Prensa Latina) Cuba ratificou hoje aqui seu compromisso como Estado Parte da Convenção contra a Tortura e outros Tratamentos Cruéis, Desumanos e Degradantes e compartilhou seus resultados na implementação desse mecanismo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em sessão do Comitê das Nações Unidas contra a Tortura, a delegação da ilha foi chefiada por Rodolfo Benítez, diretor geral de Assuntos Multilaterais e Direito Internacional do Ministério das Relações Exteriores, que apresentou o relatório aos 10 especialistas do órgão.

O texto inclui o amplo e sólido sistema de leis, normas, regulamentos e políticas que garantem a proteção integral das pessoas no país caribenho, de acordo com as disposições da Convenção à qual Cuba aderiu em maio de 1995.

Benítez expôs no fórum as ações concebidas e executadas para evitar que atos de tortura, tratamentos cruéis, desumanos e degradantes ocorressem no território nacional, que eram frequentes antes do triunfo da Revolução de 1959, que os erradicou.

Essas práticas deploráveis só foram mantidas nos últimos anos na porção do território cubano ocupada ilegalmente pela Base Naval dos Estados Unidos na Baía de Guantánamo, denunciou.

Os especialistas do Comitê em seus comentários reconheceram os resultados da ilha no cumprimento das disposições da Convenção, apesar do contexto hostil em que opera, marcado pelo bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos por mais de seis décadas.

A delegação também composta por especialistas da Procuradoria Geral da República, do Supremo Tribunal Popular, do Ministério do Interior e do embaixador na ONU-Genebra, Juan Antonio Quintanilla, reiterou que em Cuba não há e não haverá espaço para impunidade diante de atos tipificados na Convenção contra a Tortura, nem leis ou regulamentos que a protejam.

Da mesma forma, a delegação expressou que está disposta a avaliar as recomendações do Comitê, que teve que trabalhar sob as persistentes campanhas de difamação e distorção projetadas, financiadas e executadas pelos Estados Unidos para atacar a maior das Antilhas .

Benítez afirmou que com sua participação nesta revisão periódica, Cuba destaca seu compromisso e vontade de cooperar com os mecanismos de direitos humanos da ONU, com base em um diálogo respeitoso e construtivo e no pleno respeito à soberania, independência e autodeterminação.

acl/wmr/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.