23 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Irã pede um Estado palestino e um referendo

Irã pede um Estado palestino e um referendo

Teerã, 28 abr (Prensa Latina) As autoridades iranianas defenderam hoje a formação de um Estado palestino, com Al-Quds (nome árabe de Jerusalém) como capital, e a realização de um referendo, única solução para a questão da Palestina.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por meio de um comunicado divulgado por ocasião do Dia Mundial de Al-Quds, o Ministério das Relações Exteriores do Irã deixa claro que “a causa palestina não é apenas uma questão islâmica, mas internacional e humana”.

“Graças aos esforços dos defensores da liberdade, houve uma espécie de despertar para os crimes que o regime de apartheid israelense comete nos territórios palestinos ocupados”, revela o texto do Ministério das Relações Exteriores do Irã.

Também denuncia que “o assassinato, a detenção injustificada, a tortura e a difamação de palestinos tornaram-se rotina para as forças do regime sionista”.

“Todos esses crimes são cometidos na ausência de uma ação séria por parte dos governos ocidentais e organizações internacionais de direitos humanos”, enfatiza o comunicado persa.

A normalização das relações com o regime israelense é vista como um punhal nas costas do resiliente povo palestino e não conseguiu tirar a questão palestina da agenda principal do mundo islâmico, diz o texto.

O Irã conclama todas as nações muçulmanas e combatentes da liberdade do mundo a pressionar governos e instituições internacionais a cumprirem seu dever legal e humano de defender os direitos do povo palestino.

Em seu comunicado, o Ministério das Relações Exteriores do país dos persas insta a acabar com a ocupação, parar as atrocidades e agressões dos sionistas na região e continuar o caminho para a libertação total da cidade sagrada de Al-Quds.

O Irã prometeu apoio maciço ao povo palestino na marcha do Dia Mundial Al-Quds convocada pelo presidente persa Seyed Ebrahim Raisi para amanhã, sexta-feira, 29 de abril, após dois anos de interrupção das mobilizações devido ao Covid-19.

Nesta capital e em outras 900 cidades iranianas, eles realizarão marchas em uníssono a partir das 10h, horário local, para mostrar a unidade e a solidariedade dos povos muçulmanos pela libertação de Al-Quds e pela restauração dos direitos palestinos.

Este dia foi instituído em agosto de 1979 por Iman Khomeini em solidariedade à causa palestina e é comemorado todos os anos na última sexta-feira do Ramadã, nono mês do calendário lunar caracterizado como o período sagrado do jejum muçulmano em todo o planeta.

mem/ynr/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.