28 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Justiça no Brasil deu prazo para explicar o perdão de Bolsonaro

Brasil, justicia, Bolsonaro, plazo, indulto, diputado

Justiça no Brasil deu prazo para explicar o perdão de Bolsonaro

Brasília, 26 abr (Prensa Latina) A Justiça Federal da cidade brasileira do Rio de Janeiro estabeleceu um prazo de 72 horas para o governo de Jair Bolsonaro explicar o decreto de perdão do deputado Daniel Silveira, que foi confirmado hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Silveira, apoiadora do presidente, foi condenada na última quarta-feira a oito anos e nove meses após ameaçar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), exigindo o fechamento daquele tribunal e do Parlamento, e promovendo a intervenção militar.

Um dia depois, na quinta-feira, o líder da extrema-direita anunciou através das redes sociais sua decisão de aceitar a sanção contra seu aliado legislador.

O decreto causou forte controvérsia na sociedade brasileira e os partidos de oposição apelaram para a Suprema Corte para anular o perdão.

A organização política Red de Sustentabilidad admitiu que o chefe de Estado tem o direito constitucional de conceder a absolvição a uma pessoa condenada pelos tribunais, mas houve um “desvio de propósito”.

Explicou que não se pode admitir que esta prerrogativa do presidente “serve para proteger um aliado político e privado de uma sentença justa estabelecida pelo judiciário”.

Sob este cenário, a corte do Rio de Janeiro emitiu um ultimato para a administração explicar o decreto que concedeu o perdão individual à Silveira.

Tal determinação, assinada pelo juiz federal substituto Carlos Ferreira de Aguiar, está relacionada a uma petição alegando uso indevido de propósito no ato de Bolsonaro, de acordo com o jornal O Globo.

Os demandantes pedem a suspensão do perdão; segundo os advogados, o “decreto transforma o instituto de graça em uma verdadeira revisão criminal, arrogando a si mesmo um poder devolutivo e suspensivo inexistente, contrário à Constituição, e impedindo o livre exercício do Poder Judiciário”.

De acordo com o jornal Gazeta do Povo, o pedido em questão foi inicialmente apresentado em um tribunal do Distrito Federal, mas foi redistribuído a partir do Rio.

Desde sexta-feira, a Suprema Corte também tem avaliado os recursos apresentados pela oposição contra a leniência de Bolsonaro.

acl/ocs/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.