19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Biden sob críticas dos democratas

Biden sob críticas dos democratas

Washington, 24 abr (Prensa Latina) O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, enfrenta uma crescente rejeição dos membros de seu Partido Democrata, até mesmo dos aliados típicos, pela decisão de suspender uma política de imigração da época de seu governo republicano antecessor, Donald Trump (2017-2021).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A determinação do Governo de pôr fim ao Título 42 – uma medida que permite a rápida expulsão de migrantes na fronteira e bloqueia o seu pedido de asilo devido à pandemia de Covid-19 – está a abrir uma lacuna não só entre Biden e titulares vulneráveis ​​da força azul, mas também entre o presidente e senadores influentes que buscam se distanciar publicamente da decisão.

O deputado do Michigan Gary Peters, que preside o Comitê de Segurança Interna e Assuntos Governamentais do Senado e o braço de campanha do partido na Câmara, disse em uma entrevista no Capitólio na segunda-feira passada que havia levantado suas preocupações em particular, Alejandro Mayorkas.

De acordo com Peters, ele quer dar tempo à Casa Branca para definir um programa para compensar a suspensão da política. No entanto, considerou que, na ausência de tal planejamento, deve-se analisar se é pertinente não aplicar o Título 42, que deve ser rescindido em 23 de maio.

“A menos que tenhamos um plano bem pensado, acho que é algo que deve ser revisto e talvez adiado. Vou adiar o julgamento até que dê ao governo a chance de articular totalmente qual é esse plano. Mas compartilho as preocupações de alguns dos meus colegas”, disse ele a um pequeno grupo de repórteres.

Peters fez seus comentários, já que vários senadores democratas foram alguns dos mais críticos da mudança do governo para acabar com o Título 42.

Os republicanos já planejavam tornar a imigração uma linha de ataque proeminente nas próximas eleições de meio de mandato de novembro e veem o fim do governo da era Trump como um problema para atacar candidatos adversários.

Nesse sentido, senadores do partido de Biden como Raphael Warnock (Geórgia), Catherine Cortez Masto (Nevada), Mark Kelly (Arizona) e Maggie Hassan (New Hampshire), que aparecerão nas urnas, foram contra reverter o mecanismo citado , e os dois últimos questionaram a estratégia do governo durante uma recente viagem à fronteira sul.

No entanto, falar contra o levantamento da política do Executivo anterior não é isento de riscos para os democratas que tentam manter seus assentos em novembro, já que o presidente tomou essa decisão após enfrentar intensa pressão de setores como grupos de defesa de imigrantes, que consideram o Título 42 desumano.

(Retirado de Orbe)/sc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.