26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Rússia entregou à Ucrânia esboço de acordo para acabar com confronto

Dmitri-Peskov-1-300x168

Rússia entregou à Ucrânia esboço de acordo para acabar com confronto

Moscou, 20 abr (Prensa Latina) O porta-voz presidencial russo, Dmitri Peskov, assegurou hoje que seu país entregou às autoridades ucranianas um projeto de documento com formulações claras e elaboradas para encerrar o conflito bilateral.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“A bola está do seu lado, estamos esperando uma resposta”, sublinhou o alto funcionário, que se referiu aos alertas do presidente russo, Vladimir Putin, sobre as constantes mudanças de opinião de Kiev, que têm “consequências muito ruins em termos de eficácia das negociações”.

O chefe da assessoria de imprensa do Kremlin reiterou que a dinâmica do lado ucraniano deixa muito a desejar, “porque eles não mostram muita inclinação para intensificar o processo de negociação.

Após diferentes rodadas de negociações presenciais e por videoconferências, as delegações de Moscou e Kiev chegaram à cidade turca de Istambul em 29 de março, onde a delegação de Kiev apresentou um conjunto de propostas que foram tomadas como sérios compromissos para avançar a possibilidade de um acordo de paz.

As iniciativas incluíram a recusa ucraniana de aderir a blocos militares, a possibilidade de se tornar um Estado neutro com base em garantias de segurança, a suspensão de exercícios militares e o uso e produção de armas de destruição em massa, entre outras.

No entanto, alguns dias depois, a delegação ucraniana apresentou um conjunto de novas condições que, segundo Moscou, diferem do que foi acordado e endossado em Istambul pelo chefe da delegação de Kiev.

Em declarações recentes, Putin declarou que o governo ucraniano, ao afastar-se dos acordos alcançados na Turquia, paralisou o processo de negociação.

A Rússia iniciou uma operação militar na Ucrânia em 24 de fevereiro, depois que as autoridades das autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk solicitaram ajuda para repelir o aumento da agressão e os intensos bombardeios de Kiev.

Anteriormente, Moscou reconheceu a independência e soberania de ambos os territórios e assinou tratados de amizade, cooperação e assistência mútua com seus líderes, que incluíam o estabelecimento de relações diplomáticas e ajuda militar.

Em seu discurso para informar sobre o início da operação, o chefe de Estado russo afirmou que o objetivo é proteger a população de Donbass de abusos e genocídios durante os últimos oito anos, além de “desmilitarizar” e “desnazificar” a Ucrânia.

As autoridades russas explicaram que as condições exigidas por Moscou para o fim das hostilidades estão nas mãos dos negociadores ucranianos.

mem/mml/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.