21 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cuba exortou os EUA a cumprir acordos migratórios

josefina-vidal-1

Cuba exortou os EUA a cumprir acordos migratórios

Havana, 20 abr (Prensa Latina) Josefina Vidal, Vice-Ministra das Relações Exteriores de Cuba, exortou os Estados Unidos a cumprir os acordos bilaterais de migração, informaram hoje os meios de comunicação.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A vice-chanceler ressaltou a importância desses acordos, firmados na década de 1990, pois quando não são cumpridos geram-se picos migratórios, agravados pelo ressurgimento de medidas coercitivas e entraves aos serviços consulares.

Vidal disse à imprensa estrangeira que, para enfrentar esta situação, os Estados Unidos apoiam as economias e os sistemas sociais da região, mas no caso cubano impõem a máxima pressão sobre a ordem econômica.

É uma política incoerente e diferenciada em relação à ilha, disse a responsável.

Referindo-se aos entraves de visto para quem deseja viajar para os Estados Unidos, a diplomata destacou que seu país não vê nenhuma justificativa para não dar todos os vistos aos migrantes cubanos em Havana e obrigar a maioria dos cubanos a se mudar com o custos que isso implica.

O vice-chanceler reiterou que, juntamente com a paralisação consular, os Estados Unidos violam o acordo dos anos 1990 há cinco anos, obrigando-os a conceder pelo menos 20 mil vistos por ano.

Também denunciou que os Estados Unidos exercem pressão sobre os países da região para que estabeleçam exigências específicas para as viagens de cubanos em trânsito e o que também gera obstáculos.

Nesta quinta-feira, autoridades cubanas e norte-americanas retomarão as rodadas de negociações sobre questões de migração que foram paralisadas em 2018 durante o governo de Donald Trump.

Com o republicano no Salão Oval, as restrições às viagens aumentaram com o fechamento injustificado dos serviços consulares em Havana e o fechamento de licenças ou limitações de operação em cruzeiros e companhias aéreas.

De acordo com o Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos, nos últimos seis meses houve 79.800 prisões de cubanos.

Por sua vez, as autoridades cubanas informaram que até agora este ano, 1.680 cidadãos dos Estados Unidos, México, Bahamas e Ilhas Cayman foram devolvidos à ilha por via marítima e aérea.

Incentivados pela Lei de Ajuste Cubano, a única do gênero no mundo, muitos cidadãos ingressam em rotas migratórias irregulares na América Central, nas quais são expostos à violência, fraudes e corrupção por parte de grupos dedicados ao narcotráfico ou tráfico de pessoas.

O governo cubano reiterou em vários cenários seu compromisso com uma migração ordenada e segura e sua disposição de dialogar para que um processo que constitua um direito humano possa ser realizado sem obstáculos ou manipulações.

jcm/jfs/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.