19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Costa Rica aplica medidas de contingência contra ataques cibernético

espionaje-cibernetico-324x216

Costa Rica aplica medidas de contingência contra ataques cibernético

San José, 20 abr (Prensa Latina) A Costa Rica aplica hoje medidas de contingência diante de ataques cibernéticos contra plataformas de várias entidades, em particular a do Ministério da Fazenda, do grupo criminoso Conti, que fez suas ameaças para receber dinheiro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O responsável pela Fazenda, Elian Villegas, anunciou que uma dessas medidas permite que o pagamento correspondente seja feito a cerca de 65.000 pensionistas, e insistiu que não tem autorização para negociar um pagamento aos “hackers de computador”, que pedem 10 milhões de dólares por não revelarem os dados que conseguiram sequestrar.

Embora Villegas tente minimizar o ciberataque, a verdade é que desde segunda-feira o site da pasta está desativado e não há data para a sua reposição, ficando muitos serviços essenciais impossibilitados de serem executados, como a cobrança de impostos e, pior ainda, com graves efeitos nas importações e exportações.

E como se isso não bastasse, em uma mensagem à Costa Rica, o grupo criminoso Conti fez suas ameaças contra o Ministério da Fazenda, e em particular contra seu chefe, bem como o nível de sua penetração.

“Se o ministro não puder explicar aos contribuintes o que está acontecendo, nós o faremos: penetramos em infraestrutura crítica, ganhamos acesso a mais de 800 servidores, baixamos mais de 900 GB de bancos de dados e 100 GB de documentos internos, com nomes e apelidos”, refere o texto de Conti.

Além disso, voltou contra Villegas indicando que “se o ministro considerar que essa informação não é confidencial, publicaremos”.

Para fazer face a esta grave ameaça à cibersegurança do país, o Conselho do BCE criou esta terça-feira uma equipe de situação para a atenção e acompanhamento permanente da atual situação de risco que afeta algumas instituições.

O presidente Carlos Alvarado instruiu a criação dessa equipe diante dos ataques do Conti, grupo de hackers que penetram empresas, pessoas ou instituições estatais para sequestrar informações confidenciais e pedir dinheiro em troca de não publicá-las.

A equipe de situação é composta pelas pastas do Micitt, Segurança Pública, Tesouraria, Presidência e Comunicação, além da Diretoria de Segurança e Inteligência, que estará em permanente trabalho de coordenação.

Embora a ameaça feita seja dirigida exclusivamente ao Governo, as autoridades apelaram às empresas privadas e à sociedade em geral para que se mantenham vigilantes e reforcem as medidas de cibersegurança.

De acordo com o comunicado de imprensa, a chefe do Micitt Paola Vega reiterou no Conselho de Administração as linhas de cooperação interinstitucional para a tomada de decisões e a implementação de ações, e disponibilizou o Centro de Resposta a Incidentes de Segurança da Informação da Costa Rica antes de qualquer consulta ou possível ameaça.

A informação oficial conclui que o Governo vai trabalhar com o apoio técnico do setor privado e a cooperação dos países amigos.

oda/ale/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.