26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Património histórico-cultural distinto de Angola

Património histórico-cultural distinto de Angola

Luanda, 18 abr (Prensa Latina) Angola tem 321 monumentos e sítios inscritos no património histórico-cultural da nação, disse hoje o ministro da sucursal, Filipe Zau, que apelou à salvaguarda dos valores identitários do país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O responsável da Cultura, Turismo e Ambiente destacou a riqueza desta nação africana em termos de obras edificadas, tradições populares e espaços naturais, que, sublinhou, devem ser preservados para as gerações futuras usufruírem.

A promoção e cuidado dos bens móveis e imóveis relevantes são uma prioridade para o Governo, disse Zau, depois de participar esta segunda-feira na declaração oficial do Palácio do Governo, na cidade de Luanda, como Património Histórico-Cultural Nacional.

O Presidente João Lourenço revelou a placa de acreditação nas instalações, à luz das comemorações aqui do dia internacional dos monumentos e sítios.

Em comunicado na data, Zau reconheceu a iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e o Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos) de dedicar este dia para refletir sobre as implicações das mudanças climáticas globais na patrimônio da humanidade.

Dentro do território angolano, inúmeros sítios de valor cultural, histórico e arqueológico, alguns já classificados e outros a catalogar, podem estar em risco devido a problemas associados às variações climáticas, ponderou.

Entre os perigos, mencionou a possível perda de evidências arqueológicas devido a alterações nas condições do solo e do subsolo, danos a edifícios históricos devido à intrusão de águas subterrâneas e salgadas, deterioração de materiais de construção orgânicos devido à migração de pragas, bem como danos estruturais devido à névoa salina e inundações.

Por isso, sublinhou, devemos acolher e apoiar a proposta da UNESCO e do Icomos de analisar a questão e sensibilizar a sociedade para a preservação do variado património e das ricas tradições de Angola.

mgt/mjm/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.