25 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Tropas israelenses invadem a Mesquita de Al Aqsa em Jerusalém Leste

Tropas israelenses invadem a Mesquita de Al Aqsa em Jerusalém Leste

Ramallah, 15 de abr (Prensa Latina) Mais de 60 palestinos ficaram feridos hoje durante a repressão das tropas israelenses aos protestos em Jerusalém Oriental e o subsequente ataque à mesquita de Al Aqsa, o terceiro lugar mais sagrado para os muçulmanos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os confrontos eclodiram nas proximidades do complexo em meio a crescentes tensões sobre a ofensiva realizada por uma semana pelas forças de Tel Aviv na Cisjordânia.

A agência oficial de notícias Wafa informou que dezenas de soldados entraram no santuário e “atacaram os milhares de fiéis muçulmanos que estavam realizando a oração do amanhecer”.

Durante a operação, os militares usaram balas de borracha, granadas de efeito moral e gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.

A polícia liberou seu poder de fogo enquanto invadia o recinto sagrado sem qualquer consideração pelos idosos e crianças de lá, enfatizou Wafa.

O Crescente Vermelho anunciou que mais de 60 pessoas foram transferidas para hospitais próximos.

Vários vídeos postados nas mídias sociais mostraram palestinos dentro enquanto corriam para se proteger dos tiros.

Outras imagens mostram um grupo de homens uniformizados escoltando uma criança palestina algemada.

Pelo menos um cinegrafista e jornalista palestinos ficaram feridos enquanto cobriam a repressão.

Os desordeiros levantaram bandeiras do Movimento de Resistência Islâmica (Hamas) e atiraram pedras contra o policial Eliyahu Levy, oficial daquele corpo armado israelense, justificou na Rádio do Exército.

O imã da mesquita, Ikrima Sabri, denunciou a agressão e exigiu a solidariedade dos países árabes.

O local sagrado é reverenciado tanto pelos muçulmanos, que o chamam de Esplanada da Mesquita, quanto pelos judeus, que o conhecem como o Monte do Templo.

Para o primeiro, porque a Mesquita de Al Aqsa está dentro dela, enquanto para o segundo, porque seus dois templos bíblicos foram construídos lá.

Israel ocupou a parte oriental da metrópole na guerra de 1967 e, desde então, manteve o território sob seu controle, apesar das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

De fato, em 1980 as autoridades israelenses declararam toda a cidade a capital eterna e indivisível do país, posição rejeitada pela comunidade internacional.

rgh/rob/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.