24 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Ataque à mesquita ameaça derrubar o governo israelense

Ataque à mesquita ameaça derrubar o governo israelense

Tel Aviv, 15 abr (Prensa Latina) O legislador árabe-israelense Mazen Ghnaim alertou hoje que se a ofensiva militar contra a mesquita de Jerusalém Al Aqsa continuar, ele abandonará a coalizão governamental, o que deixará o primeiro-ministro Naftali Bennett em minoria no parlamento .
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O deputado da Lista Árabe Unida (Raam) anunciou a Bennett que irá para a oposição se as forças de segurança não interromperem imediatamente a sua operação naquele santuário, o terceiro local mais sagrado para os muçulmanos, revelou o Canal 7.

A aliança no poder tem atualmente 60 das 120 cadeiras do hemiciclo após a recente deserção da deputada ultranacionalista Idit Silman, que somou seu voto ao partido Likud, liderado pelo ex-chefe de governo Benjamin Netanyahu. Portanto, os quatro assentos de Raam são fundamentais para a permanência no cargo de Bennett, ex-colaborador de Netanyahu, com quem compartilha a mesma ideologia.

O Canal 7 destacou que o também deputado árabe-israelense Ahmad Tibi vai à Mesquita de Aqsa para expressar seu apoio aos palestinos.

Esta manhã, os militares israelenses invadiram o interior do complexo à força, o que provocou a ira dos congregados ali reunidos e que ameaça aumentar a tensão na área.

A agência oficial de notícias Wafa informou que dezenas de soldados entraram no santuário e “atacaram os milhares de fiéis muçulmanos que estavam realizando a oração do amanhecer”.

Durante a operação, os militares usaram balas de borracha, granadas de efeito moral e gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.

De acordo com várias reportagens da imprensa, os confrontos dentro e ao redor da área causaram ferimentos a mais de uma centena de palestinos, incluindo menores e idosos.

O porta-voz da presidência palestina, Nabil Abu Rudeina, denunciou em comunicado “esta agressão bárbara (…) que equivale a declarar guerra ao nosso povo”.

Por sua vez, o Ministério das Relações Exteriores e Expatriados considerou que a operação demonstra a estratégia de Tel Aviv de judaizar a parte oriental de Jerusalém, ocupada desde a guerra de 1967.

rgh/rob/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.