21 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Líderes dos países bálticos e da Polônia visitam a Ucrânia

Andrzej-Duda-Gitanas-Nauseda-y-Egils-Levits

Líderes dos países bálticos e da Polônia visitam a Ucrânia

Kiev, 13 abr (Prensa Latina) Os presidentes da Estônia, Lituânia, Letônia e Polônia chegaram hoje à Ucrânia de trem e estão viajando para esta capital, informou o chefe de Estado estoniano, Alar Karis, em sua conta na rede social Twitter.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Indicou que, juntamente com seus homólogos da Polônia, Andrzej Duda; da Lituânia, Gitanas Nauseda; e Letônia, Egils Levits; eles se reunirão com o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, a quem expressarão seu apoio ao país e seu governo.

Mais cedo, o chefe do gabinete polonês, Pawel Szrot, também expandiu no Twitter que durante a reunião com o presidente ucraniano eles discutirão suprimentos de armas para a defesa deste país.

Szrot alertou que os quatro países, cujos líderes estão visitando Kiev, estão fornecendo esse tipo de apoio às autoridades de Kiev.

A Rússia iniciou uma operação militar na Ucrânia em 24 de fevereiro, depois que as autoridades das autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk solicitaram ajuda para repelir o aumento da agressão e os intensos bombardeios de Kiev.

Anteriormente, Moscou reconheceu a independência e soberania de ambos os territórios e assinou tratados de amizade, cooperação e assistência mútua com seus líderes, que incluíam o estabelecimento de relações diplomáticas e ajuda militar.

Em seu discurso para informar sobre o início da operação, o presidente russo Vladimir Putin afirmou que o objetivo é proteger a população de Donbass dos abusos e genocídio de Kiev durante os últimos oito anos, além de “desmilitarizar” e “desnazificar” Ucrânia.

Putin exortou os militares ucranianos a deporem as armas e alertou a comunidade internacional sobre a possibilidade de uma resposta imediata em caso de tentativas de intervenção externa no conflito.

De acordo com o Ministério da Defesa russo, os ataques não são direcionados à população ou cidades ucranianas, mas contra a infraestrutura militar do país.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), mais de 4,5 milhões de ucranianos buscaram refúgio em países vizinhos nas últimas semanas, aos quais se somam cerca de 7,1 milhões de deslocados dentro deste próprio estado.

mem/mml / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.