17 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Consideram insuficiente a ajuda do PAM à Etiópia

PMA-Etiopia

Consideram insuficiente a ajuda do PAM à Etiópia

Adis Abeba, 13 abr (Prensa Latina) A Etiópia acolhe mais de 837 mil refugiados e até hoje o apoio do Programa Alimentar Mundial (PAM) aos migrantes é insuficiente devido a problemas de financiamento, anunciou a própria entidade das Nações Unidas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Muitos deles vêm da Eritreia, Somália e Sudão do Sul, e recebem assistência de racionamento de 60 por cento devido a limitações financeiras, explica um relatório assinado pelo PAM e ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados.

O texto analisa as circunstâncias críticas na África Oriental, onde, segundo se prevê, milhões de famílias deslocadas afundarão na fome, “apesar dos esforços para esticar os recursos por meio de esquemas de priorização”.

De acordo com o relatório, a situação vai piorar “à medida que as rações de alimentos diminuem à medida que os recursos humanitários são levados ao limite, enquanto o mundo lida com um coquetel tóxico de conflitos, choques climáticos e Covid-19, combinados com custos crescentes de alimentos e combustíveis.

As famílias mais vulneráveis são priorizadas, observa ele, mas o grande número de refugiados necessitados aumentou, assim como a lacuna entre recursos e necessidades.

Durante a última década, ele especifica, “o número de refugiados na África Oriental quase triplicou, de 1,82 milhão em 2012 para quase cinco milhões hoje, incluindo 300 mil novos em 2021”.

Isso forçou o PAM a tomar decisões difíceis sobre quem recebe e quem não recebe apoio alimentar. Hoje, mais de 70 porcento dos refugiados necessitados não recebem uma ração completa por falta de fundos, reitera.

A triste realidade é que a região está enfrentando déficits humanitários sem precedentes, alimentados por graves choques climáticos, conflitos e instabilidade, e aumento dos preços de alimentos e combustíveis, disse o diretor do PMA para a África Oriental, Michael Dunford, no lançamento do relatório.

Tal como na Etiópia, o PAM e o ACNUR alertam para as situações no Uganda (1,6 milhões de refugiados), Sudão (mais de 1,1 milhões), Quénia (547 mil), Sudão do Sul (340 mil), Tanzânia (mais 248 mil), Ruanda (122 mil ), Burundi (86 mil) e Djibuti (quase 35 mil).

mem/raj/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.