24 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Alertam para uma possível estagflação nos Estados Unidos

EEUU-Mercado

Alertam para uma possível estagflação nos Estados Unidos

Washington, 13 abr (Prensa Latina) Com o novo recorde inflacionário registrado pelos Estados Unidos, pode-se gerar uma estagflação, definida como um misto de recessão econômica, inflação alta e desemprego crescente, disse hoje um analista.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os preços ao consumidor no país do norte registraram seu maior aumento em 16 anos em março e causaram um avanço na inflação anual, informou o Departamento do Trabalho.

Esse indicador subiu 1,2% durante o terceiro mês de 2022, marcado pelo aumento dos custos com alimentos e gasolina, que responderam por mais da metade do aumento.

Sobre o assunto, o economista mexicano e especialista em questões energéticas do Centro de Pesquisa e Ensino Econômico, Rodrigo Benedith, lembrou que até fevereiro os preços ao consumidor subiram 7,9%, também um máximo de 40 anos, após quatro décadas recorde de 7,5% em janeiro.

Nesse sentido, destacou que a alta inflação que os Estados Unidos vivem atualmente, sua taxa de crescimento negativa, bem como os títulos do Tesouro que têm tendência negativa são indicadores de que o país pode passar por uma crise econômica.

Em entrevista publicada pelo Sputnik, Bendith destacou que, embora tenha havido uma recessão devido à pandemia , ao contrário desta, a maior economia do mundo apresenta inflação alta que levaria a estagflação.

Ele esclareceu que a alta inflação dos EUA é composta por três elementos básicos: o aumento do preço dos alimentos, habitação e combustível, este último ligado às sanções econômicas que Washington impôs a Moscou, especificamente no setor de energia.

Com essas penalidades, a importação de petróleo, gás e energia da Rússia é consideravelmente reduzida, disse o especialista.

A medida foi aplicada parcialmente, porque se os Estados Unidos retirarem completamente o petróleo russo do mercado, as consequências econômicas poderão ser ainda mais catastróficas, explicou Benedith.

Se o bloqueio ao petróleo russo for aplicado como foi feito com a Venezuela e o Irã, o preço do barril pode subir para mais de 200 dólares, e se eles decidirem sancionar o gás será pior, disse o economista.

Entre as medidas de Washington contra Moscou estão também a proibição de novos investimentos no setor de energia da Rússia e o financiamento ou autorização de empresas estrangeiras com negócios para produzir energia no país eurasiano.

oda/crc/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.