26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Israel vai a novas eleições, rejeitadas pela maioria

Israel-eleições

Israel vai a novas eleições, rejeitadas pela maioria

Tel Aviv, 9 de abr (Prensa Latina) O 58 porcento dos israelenses rejeitam a realização de novas eleições, uma possibilidade real após a decisão do deputado Idit Silman de deixar a coalizão do governo, que perdeu assim a maioria parlamentar, revelou hoje uma pesquisa.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O levantamento feito pelo instituto de pesquisas Maagar Mochot mostrou que se voltasse às urnas (seria a quinta vez em 3 anos) o bloco de extrema-direita liderado pelo ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ganharia 60 cadeiras, metade dos 120 que compõem o Knesset (legislatura).

Enquanto isso, a aliança que apoia o atual chefe de governo, o também ultranacionalista Naftali Bennett, obteria 54 cadeiras, seis a menos do que na atual legislatura.

A Lista Conjunta, uma pequena coalizão de partidos árabes e de esquerda, manteria seus 6 assentos.

A possibilidade de novas eleições é cada vez mais real após a deserção nesta semana do parlamentar Idit Silman, que deixou o partido Yamina de Bennett e se juntou ao Likud de Netanyahu.

Silman deixou a aliança do governo com 60 cadeiras, embora pelo menos outros 3 deputados de Yamina também possam passar para a oposição, segundo vários meios de comunicação.

O Canal 12 revelou ontem à noite que o ministro do Interior Ayelet Shaked entrou em contato com o Likud sobre a possibilidade de se juntar às suas fileiras.

Segundo a fonte, as negociações não deram frutos porque a organização não garantiu a ela e aos colegas legisladores de Yamina, Nir Orbach e Abir Kara, um lugar em suas listas eleitorais.

Horas depois, o partido reverteu sua decisão, mas era tarde demais porque os três legisladores decidiram dar uma última chance à aliança no poder, mas com inúmeras condições que dificultam muito o funcionamento, observou a agência de notícias.

A coalizão heterogênea é formada por grupos de extrema direita, centro, islamismo e esquerda, todos unidos em sua rejeição ao retorno ao poder de Netanyahu, que liderou o país por 15 anos, 12 deles ininterruptamente.

Agora Bennett só pode aprovar leis com o apoio da Lista Conjunta da oposição, mas isso provocará mais resistência dos legisladores de direita que ainda o apoiam, alertou o Times of Israel nesta semana.

carro/roubo/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.