24 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Agência dos EUA ganha processo por conceder a marca Havana Club

Cuba, EEUU, Havana Club, litigio, Bacardí, fallo

Agência dos EUA ganha processo por conceder a marca Havana Club

Washington, 8 de abr (Prensa Latina) O Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (PTO) derrotou uma ação movida pela fabricante de rum Bacardi & Co depois que a agência reafirmou que Havana Club é propriedade cubana.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo a mídia local, o processo foi aberto em dezembro passado perante um tribunal federal da Virgínia porque o INPI renovou os direitos de Cuba sobre a marca de rum Havana Club, produzida pela Cubaexport e objeto de uma longa batalha judicial.

De acordo com a Bacardi & Co, a concessão era ilegal porque o registro da patente deveria expirar após não obter uma licença do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Departamento do Tesouro dos EUA em 2006.

A justiça do país do norte determinou nesta quinta-feira que a Bacardi não poderia acionar diretamente o INPI por sua decisão, pelo que indeferiu o pedido.

O representante legal da gigante do licor, Michael Lynch, logo após a notícia, afirmou que a empresa está decepcionada e está considerando um recurso, pois esta decisão a impedirá de registrar sua própria marca “Havana Club”.

Os fundadores da Bacardi, com sede nas Bermudas, deixaram a ilha caribenha após o triunfo da Revolução, em 1º de janeiro de 1959.

Segundo a empresa, em 1960 o governo cubano confiscou ilegalmente a marca “Havana Club” junto com outros ativos da empresa cubana José Arechabala SA, um dos maiores grupos empresariais da ilha na indústria açucareira e na produção de bebidas alcoólicas.

Desde a década de 1960, Cubaexport – uma aliança comercial entre Cuba e a empresa francesa de bebidas alcoólicas Pernod Ricard – vende rum “Havana Club” em todo o mundo, exceto nos Estados Unidos.

Em 1995, Bacardí comprou a marca José Arechabala e começou a vender essa bebida paralelamente nos Estados Unidos, onde Cuba não pode comercializar o produto devido ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto por Washington há mais de meio século.

A decisão da agência de marcas dos Estados Unidos permitirá que a ilha traga para aquele país do norte o rum produzido em território cubano, uma vez que o bloqueio seja definitivamente eliminado.

ode/idade/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.