26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Rússia responderá por todas as ações hostis contra ela, alerta Moscou

Rússia responderá por todas as ações hostis contra ela, alerta Moscou

Moscou, 6 abr (Prensa Latina) A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zajárova, ressaltou hoje que a nação responderá adequadamente a cada movimento contra ela, em referência à expulsão em massa de diplomatas dos países ocidentais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“Para cada ato hostil semelhante, responderemos de acordo”, disse a diplomata na quarta-feira em comentários à agência de notícias Sputnik.

Acrescentou que cada ação hostil em particular enfrentará a “resposta mais eficaz” de Moscou, de acordo com seu impacto.

O representante do Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que esse tipo de medida do Ocidente “de fato leva a colocar as relações bilaterais em anabiose”.

“Existem, naturalmente, formulações como ruptura de relações, rebaixar o nível das relações, mas em linguagem compreensível, é um congelamento profundo das relações”, esclareceu.

De acordo com Zajárova, as sanções, restrições e ações ilegais que o Ocidente está aplicando contra a Rússia exigem atenção e monitoramento em termos de trabalho diplomático e consular.

Desde o início da operação militar russa na Ucrânia em 24 de fevereiro até ontem, os países ocidentais declararam um total de 315 diplomatas russos persona non grata, todos da Europa e dos Estados Unidos, informou a agência de notícias TASS.

Nas últimas semanas, as autoridades nacionais aprovaram um conjunto de disposições econômicas e financeiras para fazer face às mais de 6.300 medidas estrangeiras aplicadas contra o país.

De acordo com o banco de dados Castellum.AI, desde meados de fevereiro, mais de 4.350 novas medidas restritivas foram ativadas em relação à Rússia, além de mais de 2.750 que já estavam em vigor.

Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, Japão e os países da União Europeia impuseram novas sanções a Moscou após a operação militar na Ucrânia, visando setores-chave do comércio, finanças, energia, exportações, aviação e espaço .

As restrições incluíam a desconexão parcial dos bancos russos do sistema de pagamentos internacionais Swift, o fechamento do espaço aéreo para suas companhias aéreas, a paralisação das reservas internacionais do Banco Central e o embargo às compras de petróleo por Washington.

Eles também foram estendidos ao presidente russo Vladimir Putin, ao ministro das Relações Exteriores Sergey Lavrov, bem como a outros altos funcionários e empresários, afetando suas propriedades, negócios e a capacidade de viajar.

oda/mml/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.