28 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Conselho Mundial da Paz rejeita bloqueio dos EUA contra Cuba

Conselho Mundial da Paz rejeita bloqueio dos EUA contra Cuba

Moscou, 3 abr (Prensa Latina) A presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, denunciou hoje o impacto do bloqueio estadunidense contra Cuba há mais de seis décadas e destacou o exemplo da ilha caribenha em sua luta para avançar.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“O bloqueio mata, é criminoso, é unilateral e deve acabar. Os Estados Unidos devem deixar Cuba viver em paz”, destacou a ativista brasileira em seu discurso no canal russo do YouTube Europa para Cuba, em sua transmissão à maratona midiática em solidariedade à nação antilhana.

Indicou que para os militantes que lutam pela paz no mundo é muito importante defender as garantias dos direitos de Cuba.

Assinalou que Cuba decidiu defender-se como uma nação determinada a ser independente e dona de seu destino e fez uma Revolução baseada nos direitos e necessidades dos mais humildes e oprimidos.

“Ele rompeu com a dominação do colonialismo e imperialismo dos EUA e conquistou sua soberania, fruto da grande unidade de seu povo, que tenta construir uma sociedade justa, soberana, humanista, solidária e internacionalista em seu caminho de construção socialista”, apontou Gomes.

Ela alertou que há 60 anos a pequena ilha tem que enfrentar os Estados Unidos, “o poder mais cruel e perverso e seu governo fora da lei”, que continua a bater e tentar sufocar a população cubana para que o desespero leve o povo a rebelar-se contra suas autoridades revolucionárias.

“É a sua maneira de tentar fazer Cuba se curvar aos desígnios egoístas de dominação hegemônica. É a mesma coisa que o imperialismo estadunidense tenta fazer em todo o mundo”, enfatizou.

A dirigente latino-americana afirmou que essa política norte-americana se mantém apesar das resoluções aprovadas pelas Nações Unidas há 29 anos com o apoio da maioria das nações do mundo, que votam contra essa monstruosidade criminosa.

A natureza extraterritorial das medidas de bloqueio permite a Washington sancionar empresas, bancos e instituições que negociam com Cuba e levá-los a tribunais norte-americanos. Qual é o objetivo? Dobrar e derrotar a Revolução Cubana.

Comentou que esse bloqueio, o mais longo e cruel da história moderna, foi acompanhado pela invasão mercenária de Playa Girón, além de anos de ataques, sabotagem e guerra midiática. “No entanto, a resposta de Cuba foi mais educação, mais saúde, mais revolução, mais internacionalismo”, disse ela.

Gomes destacou que a crueldade da política norte-americana foi exposta à luz pública nos últimos anos, quando em meio à crise causada pela pandemia de Covid-19, proibiu a venda de medicamentos e alimentos à Cuba.

Mencionou que enquanto o mundo busca soluções, quando a cooperação e a solidariedade entre povos e nações eram mais necessárias, os Estados Unidos de modo egoísta endureceram as sanções contra a ilha e proibiram a venda de instrumentos médicos, meios de proteção à saúde e matérias-primas para a produção de alimentos.

“A resposta de Cuba a esta situação foi trabalhar com determinação, sagacidade, inteligência e soberania para descobrir quatro vacinas contra a Covid-19”, destacou.

Ela destacou como neste período de dificuldades para toda a humanidade, a nação caribenha desdobrou suas brigadas de profissionais de saúde em todo o mundo, ajudando vários países.

“Em outras palavras, Cuba responde com humanismo, com solidariedade, com cooperação”, enquanto o governo dos Estados Unidos a ataca, disse.

Ela afirmou que, no entanto, “o império decadente colidiu com os desejos de um povo digno e soberano, determinado a construir seu próprio destino contra a força bruta”.

A presidenta do Conselho Mundial da Paz afirmou que Cuba, com seu exemplo, conquistou o apoio de movimentos de solidariedade, bem como o respeito e a admiração de todos os povos do mundo.

mem/mml/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.