23 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Rússia propõe negociar uma nova ordem financeira mundial

Rusia, prouesta, nuevo, orden, financiero, mundial

Rússia propõe negociar uma nova ordem financeira mundial

Moscou, 30 de mar (Prensa Latina) O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitri Medvedev, disse hoje que, devido à situação atual, as potências mundiais serão obrigadas a negociar uma nova ordem financeira.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“Por mais que alguém não queira, uma nova ordem financeira mundial terá que ser negociada”, publicou o ex-presidente russo em seu canal do Telegram.

Segundo o alto funcionários, neste caso a palavra decisiva será dada aos países com economias fortes e avançadas, finanças públicas sólidas e sistemas monetários confiáveis.

Ele assegurou que este não será o caso de nações “que aumentam infinitamente sua dívida nacional, emitindo novos papéis falsos e obrigações não garantidas pela riqueza nacional, pelas quais as autoridades decrépitas podem se recusar a pagar qualquer dinheiro a qualquer momento”.

Na opinião de Medvedev, está se abrindo uma era de moedas regionais em que o mundo acorda e a confiança nas moedas de reserva “se dissipa como a névoa da manhã”.

Ele sugeriu que “acabar com o dólar e o euro como as principais reservas do mundo não parece uma perspectiva muito fantástica”.

Em 18 de março, o ministro russo do Desenvolvimento Econômico, Maxim Reshetnikov, destacou que os países membros da União Econômica da Eurásia (UEE) concordaram em passar gradualmente para liquidações em moedas nacionais.

O alto funcionário explicou ao canal de televisão russo 24 que neste momento estas transações são realizadas em moeda estrangeira, o que constitui um obstáculo ao comércio e negócios na UEE, tendo em conta as mais de 6.300 sanções aplicadas contra a Rússia, a principal economia. do grupo.

“Portanto, começamos a formar um espaço comum do rublo”, destacou Reshetnikov, referindo-se ao bloco de países formado por Rússia, Belarus, Cazaquistão, Armênia e Quirguistão, além de Moldávia, Uzbequistão e Cuba, que têm status de observadores.

O ministro da Fazenda russo, Antón Siluánov, alertou em 13 de março que o país tem cerca de 300 bilhões de dólares congelados por sanções externas, quase metade de suas reservas internacionais.

As autoridades nacionais aprovaram um conjunto de disposições econômicas e financeiras para lidar com as medidas punitivas estrangeiras aplicadas contra o país, a maioria delas após o início da operação militar na Ucrânia em 24 de fevereiro.

Os Estados Unidos, o Reino Unido, o Canadá, o Japão e os países da União Europeia impuseram novas sanções à Rússia, visando setores-chave do comércio, finanças, energia, exportações, aviação e espaço.

As restrições incluíam a desconexão parcial dos bancos russos do sistema de pagamentos internacionais Swift, o fechamento do espaço aéreo para suas companhias aéreas, a paralisação das reservas internacionais do Banco Central da Rússia e o embargo às compras de petróleo por Washington.

jcm/mml / fav

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.