25 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

O Líbano defende o aumentar da produção de medicamentos

Líbano, producción, medicamentos, aumento

O Líbano defende o aumentar da produção de medicamentos

Beirute, 30 de mar (Prensa Latina) O ministro libanês da Saúde Pública, Firas Abiad, pediu hoje o aumento da produção local de medicamentos em benefício da população.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Abiad insistiu que o país poderia economizar dois dólares americanos em contas de medicamentos importados para cada dólar investido na indústria farmacêutica doméstica.

A autoridade sanitária declarou que a poupança permitiria comprar mais medicamentos anticancerígenos e, nesse sentido, a retificação da política de medicamentos do Líbano é apoiar os pacientes.

Durante encontro com jornalistas, Al Abiad explicou os motivos do ministério para promover a produção local e eliminar os subsídios aos medicamentos importados.

“A indústria nacional de medicamentos atende a mais de uma necessidade, pois oferece aos jovens libaneses oportunidades de trabalho com bons salários, e também pode ser fonte de geração de divisas, caso consiga aumentar sua produção para exportação para o exterior”, comentou.

O responsável do sector reiterou o compromisso de fornecer ao mercado uma quantidade suficiente de medicamentos para doenças crónicas, além de fabricar e embalar uma série de medicamentos mais baratos do que os importados.

A atual crise financeira e econômica no Líbano afetou o setor de saúde com a escassez de anestésicos e suprimentos médicos. jcm/yma / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.