2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Presidente de Cuba denuncia política de imigração hostil dos EUA

Presidente de Cuba denuncia política de imigração hostil dos EUA

Havana, 25 de mar (Prensa Latina) O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, denunciou hoje que a política de imigração dos Estados Unidos em relação a Cuba constitui uma ferramenta de desestabilização contra a ilha.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A política migratória dos Estados Unidos para Cuba estimula os fluxos ilegais e irregulares. Faz parte de sua tradicional política desestabilizadora e do desejo de usar a população como refém de uma ambição hegemônica e hostil contra Cuba e contra nosso governo, destacou o presidente no Twitter.

Havana denunciou no dia anterior que, com suas regulamentações migratórias abusivas, Washington não cumpre os compromissos bilaterais e implica um ônus para as nações de trânsito para o território do norte.

Por meio de um comunicado, o Ministério das Relações Exteriores destacou que os EUA estão trabalhando para dificultar o processamento de novos vistos nas embaixadas credenciadas na capital cubana, com o objetivo de aumentar o desconforto dos cidadãos afetados.

O documento recorda a recusa daquele país em processar em Cuba os 20.000 vistos anuais com os quais se comprometeu em acordos bilaterais e o peso do bloqueio econômico reforçado que afeta o nível de vida da população.

Soma-se a isso “a pressão sobre os governos da região para exigir vistos de cubanos que desejam aproveitar o incentivo permanente à emigração para os Estados Unidos”, afirma o texto publicado no site Cubaminrex.

De acordo com o Itamaraty, Cuba tratou dessas questões por via diplomática com o governo da nação do norte, e expressou que esta conduta é abusiva com o cubano aspirante a emigrar, incompatível com os acordos bilaterais assinados, prejudicial aos países de região e estimula a migração ilegal, irregular e insegura.

Desde 2017, Washington descumpriu a obrigação assinada em 1994 de garantir a migração legal para seu território de um mínimo de 20.000 cubanos por ano.

O cenário atual “não está longe da tradicional política desestabilizadora dos Estados Unidos contra Cuba e do desejo de usar a população como refém de uma ambição hegemônica e hostil contra Cuba e contra nosso governo”, sublinha o comunicado.

jcm/evm/mmd

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.