2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Denunciam situação grave para crianças no Iêmen

Denunciam situação grave para crianças no Iêmen

Adén, 25 mar (Prensa Latina) Quase 80% das crianças do Iêmen estão preocupadas com sua segurança e a de sua família, enquanto 70 disseram que sua escola foi atacada pelo menos uma vez, revelou hoje Save the Children.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Um relatório da organização não governamental destacou que 60% deles conhecem alguém que foi ferido no conflito, que começou em 2014 após a revolta da milícia Houthi.

Para produzir o documento, a instituição entrevistou 400 crianças em oito das 21 províncias do país.

O texto é um forte lembrete de que as crianças e suas famílias estão pagando o preço mais alto por esta guerra brutal, advertiu.

Esta prolongada luta está transformando o país em um inferno na terra para eles enquanto o mundo olha para o outro lado durante anos, denunciou Rama Hansraj, diretor do país da Save the Children no Iêmen.

Em meados deste mês, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) advertiu que a violência continuava a aumentar em 2021 na nação árabe.

Somente em janeiro e fevereiro, pelo menos 47 crianças foram mortas ou mutiladas em várias partes do país, condenadas pela UNICEF em uma declaração. “Desde que o conflito escalou no Iêmen há quase sete anos, a ONU verificou que mais de 10.000 crianças foram mortas ou feridas, embora o número real seja provavelmente muito maior”, disse ela.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha disse dias atrás que mais de 20 milhões de iemenitas de uma população de 30,5 milhões não têm acesso aos cuidados médicos básicos e 16,2 milhões estão ameaçados pela falta de alimentos.

A guerra começou em 2014, quando os rebeldes pegaram em armas e ocuparam grandes extensões do país, incluindo sua capital, Sana’a.

No ano seguinte, uma coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, interveio no conflito em apoio ao Presidente Abd Rabbu Mansour Hadi.

De acordo com o escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, dois terços da população, cerca de 20 milhões de pessoas, dependem da assistência humanitária e 80% vivem abaixo da linha de pobreza.

rgh/rob/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.