25 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Café e desenvolvimento

Café e desenvolvimento

Por Alexandre Gomes
San José, 19 mar (Prensa Latina) O café marcou o desenvolvimento econômico, social e cultural da Costa Rica por duas décadas, até ser substituído pelo turismo como principal motor da economia nacional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Apesar disso, permanece enraizado na cultura deste país centro-americano desde o final do século XVIII, quando chegou das Antilhas, e hoje é a principal bebida consumida pelos costarriquenhos, a qualquer hora do dia e quase sempre acompanhado por uma variedade de pães doces.

Embora com diferentes métodos de elaboração, o mais tradicional e apreciado pelos Ticos é o gotejamento.

Isto é obtido filtrando a água fervente através de uma quantidade de pó do grão aromático em um coador de pano, depositado em uma moldura de madeira, que também é estampada com um selo especial, graças a vários desenhos.

A mistura é diluída, diferente da usada em outras regiões das Américas e do mundo, onde a preferem bem forte, de que os cubanos são um bom exemplo.

Embora menos intenso, o café Tico consegue conquistar os apreciadores do tipo espresso, pois o chamado “grão dourado” desta nação é de alta qualidade, reconhecido internacionalmente tanto por sua Indicação Geográfica Protegida quanto por sua Denominação de Origem Protegida.

O café Tarrazú pertence a este último grupo, produzido na região de Los Santos, também conhecida como Vale dos Santos, um grande setor de uma série de vales entre montanhas nos cantões de Tarrazú, Dota e León Cortés, na província da capital, San José.

Precisamente, e por proposta dos alunos da Escola San Rafael de Dota por sua importância no desenvolvimento econômico, social e cultural do país, o café entrou em julho de 2020 como o décimo quinto símbolo nacional.

Tal é a fama do produto produzido em Los Santos, que em várias ocasiões o Papa Francisco o descreveu como “o melhor do mundo”, como fez em fevereiro de 2017, quando teve um encontro em Roma com os bispos costarriquenhos, que o presentearam com vários tipos.

Uma das razões para o crescente prestígio internacional do café costarriquenho é que mais de 70% da produção é obtida de forma sustentável, em plantações com alta diversidade biológica e com baixa aplicação de agroquímicos. (Retirado de Orbe)

/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.