24 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

O cheiro do tempo

o-cheiro-do-tempo

O cheiro do tempo

Por Alice Bell Landa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Havana, 12 mar (Prensa Latina) Você já se surpreendeu com o quanto seu cão dorme à noite? Tenho certeza de que você já se perguntou como o animal pode ter uma compreensão tão clara dos estágios do sono estabelecidos pela sociedade, sem estar ciente disso.

Seu animal de estimação pode não ser capaz de dizer as horas, mas é capaz de identificar perfeitamente quando é hora de caminhar, brincar, comer ou descansar, e mesmo quando você chega em casa do trabalho.

Os seres humanos têm uma percepção muito semelhante do tempo graças à memória, à previsão e à sua própria história pessoal, estabelecendo parâmetros para a adaptação aos eventos da vida. Bem, os animais fazem a mesma coisa, embora não da mesma forma.

Neste caso particular, eles não sabem quanto tempo passou entre uma atividade e outra. No entanto, eles reagem a um estado biológico que chega em momentos específicos e particulares durante cada dia.

Isto pode depender de mudanças em seus níveis hormonais, luz solar, temperatura ambiente e corporal, assim como do desempenho neural diário.

Isto é chamado de ritmo circadiano, um ciclo de aproximadamente 24 horas no qual os processos fisiológicos respondem a vários sinais ou estímulos.

Desta forma, eles podem associar eventos uns aos outros e, a partir disso, reconhecer o intervalo em que eles ocorrem.

O olfato, por outro lado, é um dos sentidos mais importantes para os cães. Segundo os especialistas, “eles são capazes de cheirar o tempo de maneira semelhante a uma pessoa olhando para uma ampulheta ou um relógio de água”.

Alexandra Horowitz, PhD em Ciência Cognitiva e autora de vários livros sobre o comportamento canino, explicou que o cheiro se move à medida que o dia avança.

“O ar quente sobe e geralmente circula em correntes ao longo das paredes até o teto, move-se em direção ao centro da sala e cai”, disse ela.

Tais ciclos olfativos são essenciais para a percepção e intuição na mente do cão. Assim, conforme crescem, eles registram e reconhecem mudanças no ambiente que lhes permitem detectar a passagem do tempo e identificar diferentes situações.

(Extraído de Orbe)

/vmc

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.