26 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Chile começa um novo ciclo

chile-comeca-um-novo-ciclo

Chile começa um novo ciclo

Santiago do Chile, 12 mar (Prensa Latina) A chegada ao poder do presidente mais jovem da história do Chile, Gabriel Boric, é considerada hoje aqui como um evento histórico e uma esperança para empreender as mudanças estruturais necessárias no país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Boric, 36 anos e representante da coalizão de esquerda Apruebo Dignidad, prestou juramento no dia anterior durante uma cerimônia no Congresso Nacional em Valparaíso, com a presença de chefes de estado ou de governo e delegações de vários países, em sua maioria latino-americanos.

Após sua posse, o presidente viajou para a capital para fazer seu primeiro discurso à nação do Palácio de La Moneda.

“Hoje os sonhos de milhões de pessoas estão aqui nos empurrando para levar a cabo as mudanças que a sociedade exige”, disse Boric a uma multidão reunida na Plaza de la Constitución.

Entretanto, ele reconheceu que não será fácil alcançar os objetivos porque o país está enfrentando uma crise interna e externa.

“Vamos viver tempos desafiadores e tremendamente complexos. A pandemia (de Covid-19) continua o seu curso com o custo da dor e da perda de vidas e estará conosco por um longo tempo”, advertiu ele.

Ele acrescentou que a economia continua a sofrer e o país precisa crescer e distribuir os frutos de forma justa porque quando a riqueza se concentra em poucos, a paz é muito difícil de alcançar.

Ele mencionou entre suas prioridades a redução da desigualdade social, o combate ao crime, a reforma da polícia e a melhoria da saúde e da educação.

Com relação à crise migratória no norte do país, ele prometeu recuperar o controle das fronteiras e trabalhar com países irmãos para enfrentar coletivamente as dificuldades que levam ao êxodo de milhares de seres humanos.

Sobre a situação em La Araucanía, ele considerou injusto falar sobre o conflito mapuche.

“Não, senhores, não é o conflito Mapuche. É o conflito entre o Estado chileno e um povo que tem o direito de existir. E aí a solução não é e não será violência. Trabalharemos incansavelmente para reconstruir a confiança após tantas décadas de abuso e despossessão”, disse ele.

Boric também prometeu acompanhar entusiasticamente o processo rumo a uma nova constituição para substituir a que existe desde a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

“Precisamos de uma Constituição que nos una, que nos sinta como nossa, que, ao contrário daquela imposta com sangue, fogo e fraude pela ditadura, nasça na democracia, de forma paritária, com a participação dos povos indígenas”, disse ele.

O novo presidente expressou sua decisão de trabalhar em conjunto com os países vizinhos para enfrentar os enormes desafios. “Somos profundamente latino-americanos e deste continente faremos esforços para que a voz do Sul seja novamente ouvida com firmeza em um mundo em mudança”, declarou ele.

Na opinião do chefe de Estado argentino, Alberto Fernández, o novo governo chileno representa “um grande impulso” para a América Latina, enquanto seu homólogo boliviano, Luis Arce, considerou que a investidura de Boric fortalecerá as pontes da integração regional.

msm/car/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.