27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Alto funcionário da UE reconhece erros em relação à Rússia

alto-funcionario-da-ue-reconhece-erros-em-relacao-a-russia

Alto funcionário da UE reconhece erros em relação à Rússia

Bruxelas, 11 nov (Prensa Latina) O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, reconheceu hoje "erros" nas relações com a Rússia, entre os quais citou a promessa de aceitar a Ucrânia na OTAN.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Acho errado fazer promessas que não se podem cumprir, disse o Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros em entrevista à rede de televisão TF1, na qual admitiu que com esta posição o Ocidente perdeu a oportunidade de se aproximar de Moscou.

Em junho de 2020, a Ucrânia tornou-se o sexto estado a ter o status de parceiro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) com possibilidades ampliadas.

No final de 2021, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia publicou suas propostas sobre garantias de segurança na Europa, nas quais instava o Ocidente a renunciar à implantação de armas nucleares fora do território nacional e a repatriar as já implantadas.

Ele também exigiu que a Aliança Atlântica voltasse às posições de 1997, interrompesse a expansão para o leste e excluísse a entrada das nações da antiga União Soviética.

Mas a UE e a OTAN ignoraram as exigências de Moscou e esta última organização insistiu em expandir seus membros, planos que o Kremlin descreveu como uma provocativa ameaça direta.

Inscrevem-se neste contexto as ações de inclusão da Ucrânia na coligação, bem como a possibilidade de simplificar o procedimento geral de adesão daquele país à UE, facto que o primeiro-ministro belga, Alexander De Croo, qualificou hoje como um “erro”.

Momentos antes da Cúpula informal da UE em França, o chefe de governo belga disse que esta última opção exige “muito tempo e reformas”, salientando que existem procedimentos administrativos, técnicos, mas também um processo político.

Em 28 de fevereiro, o presidente da Ucrânia, Volodímir Zelenski, assinou o pedido de adesão de seu país ao mecanismo comunitário e no dia seguinte o Parlamento Europeu endossou uma resolução concedendo-lhe o status de candidato.

jcm/ehl/mmd

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.