27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Johnson admite que levará tempo pra substituir os fornecedores russos

Reino Unido, Boris Johnson

Johnson admite que levará tempo pra substituir os fornecedores russos

Londres, 7 mar (Prensa Latina) O primeiro-ministro britânico Boris Johnson advertiu hoje que levará tempo para o Reino Unido encontrar novos fornecedores de combustíveis após as sanções impostas à Rússia pelo lançamento de uma operação militar na Ucrânia.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Você não pode simplesmente parar de usar petróleo e gás da noite para o dia, mesmo se ele vier da Rússia. Claramente tem que haver um período de transição, disse o líder conservador em uma entrevista coletiva com seus colegas canadense e holandês Justin Trudeau e Mark Rutte.

Admitindo que a decisão terá um impacto na economia britânica, Johnson disse que seu governo faria o melhor para encontrar outros fornecedores.

Ele disse que discutiu com Trudeau e Rutte como aumentar a pressão sobre Moscou, e anunciou que fornecerá mais 175 milhões de libras (230 milhões de dólares) em ajuda à Ucrânia, elevando a contribuição de Londres para Kiev para mais de 525 milhões de dólares.

Ele também pediu à comunidade internacional que criasse uma coalizão de apoio humanitário, econômico e militar para a Ucrânia, e disse que, internamente, ele insistiria na aprovação de uma lei sobre crimes econômicos destinada principalmente aos empresários russos que fazem negócios no Reino Unido.

A Rússia lançou o que o Presidente Vladimir Putin chamou de uma operação militar especial na região autônoma de Donbass, na Ucrânia, em 24 de fevereiro, após as autoridades das autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Luhansk terem pedido ajuda para repelir a agressão das forças nacionalistas.

O Reino Unido, os EUA, a UE e outros aliados da OTAN acusaram imediatamente Putin de lançar uma invasão em grande escala contra o país vizinho, e implementaram sanções econômicas e financeiras contra altos funcionários do Estado e do governo russo, bem como empresários, bancos, companhias aéreas e navios russos.

As potências ocidentais também aumentaram nos últimos dias as entregas de armas a Kiev e enviaram mais tropas para os estados membros da aliança militar próxima à Rússia.

mgt/nm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.