25 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Preços mundiais de alimentos batem recorde em fevereiro

precios-de-alimentos

Preços mundiais de alimentos batem recorde em fevereiro

Roma, 4 mar (Prensa Latina) Os preços mundiais dos alimentos atingiram um recorde em fevereiro, impulsionados pelos óleos vegetais e laticínios, informou hoje a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

No segundo mês do ano, o índice de preços ficou em média 3,9 por cento acima de janeiro e 24,1 por cento acima do nível do ano anterior, o que representou um novo recorde histórico, disse a FAO.

Nesse mesmo mês registrou-se também uma subida dos preços dos cereais e das carnes, enquanto o subíndice de valores do açúcar caiu pelo terceiro mês consecutivo.

De acordo com o relatório mensal da agência especializada da ONU, este indicador em cereais foi em média três por cento superior ao do mês anterior e 14,8 por cento superior ao mesmo período do ano passado.

Os óleos vegetais foram cotados 8,5% mais altos, o que levou a um recorde em fevereiro, principalmente devido à alta dos preços dos óleos de palma, soja e girassol.

Por sua vez, os produtos lácteos tiveram um aumento médio de 6,4 por cento em fevereiro, o sexto mês consecutivo de aumento, e colocou o índice 24,8 por cento acima do valor do mesmo mês de 2021, devido à crescente escassez nos mercados mundiais devido à menor fornecimento de leite do que o esperado na Europa Ocidental e Oceania.

Da mesma forma, o custo da carne subiu 1,1 por cento em relação a janeiro e colocou o índice de preços 15,3 por cento acima do nível do ano anterior.

Já o índice de preços do açúcar caiu 1,9% em relação a janeiro, considerada a terceira queda mensal consecutiva e o menor patamar desde julho de 2021.

O relatório da FAO indicou que as perspectivas favoráveis de produção nos principais países exportadores, principalmente Índia e Tailândia, além de melhores condições de cultivo no Brasil, mantiveram os preços mundiais do açúcar deprimidos.

rgh/smp/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.