17 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Síria atribui sofrimento de seu povo às políticas ocidentais

Bassam-Sabbagh-Siria-300x200

Síria atribui sofrimento de seu povo às políticas ocidentais

Damasco, 26 de fev (Prensa Latina) Os problemas enfrentados pelos sírios continuam e se agravam como resultado das agendas dos países ocidentais, em particular dos Estados Unidos, denunciou hoje o delegado sírio nas Nações Unidas, Bassam Sabbagh.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em seu discurso perante o Conselho de Segurança transmitido pela mídia aqui, o diplomata indicou que o governo de seu país priorizou ações destinadas a melhorar a situação humanitária apesar das dificuldades decorrentes das medidas coercitivas unilaterais impostas por Washington e seus aliados ocidentais.

Estamos trabalhando para restabelecer os serviços, reconstruir o que foi destruído pelo terrorismo e preparar condições propícias para um retorno seguro e ágil dos refugiados sírios, disse o delegado.

Ele denunciou que esses esforços do governo esbarram em obstáculos que limitam a obtenção dos resultados desejados que impactam positivamente no bem-estar dos sírios.

Antes da guerra, a Síria era autossuficiente em muitos produtos agrícolas, mas agora é forçada a importar esses itens, explicou Sabbag.

Nesse sentido, esclareceu que a produção anual de trigo era de cerca de dois milhões e meio de toneladas, mas hoje o país precisa de importar anualmente um milhão e meio de toneladas para fornecer pão aos cidadãos, e isso deve-se, pois assegurado, ao saque de trigo de Washington no Nordeste.

Sabbagh acrescentou que a Síria gerou 9 mil 500 megawatts de eletricidade antes de 2011, mas sua produção atual não é superior a 2 mil 600 megawatts, e esse déficit é causado pelo saque de petróleo e gás sírios pelos militares dos EUA.

Segundo o responsável, o bloqueio injusto dos Estados Unidos e da União Europeia afecta todos os sectores, nomeadamente bancário, energia, telecomunicações e transportes aéreos, marítimos e terrestres.

Isso multiplicou o sofrimento dos sírios e baixou os indicadores de desenvolvimento sustentável, considerando que a Síria no último ano antes da eclosão do conflito alcançou um crescimento econômico de 9 porcento, disse.

Ele concluiu seu discurso considerando que melhorar a situação neste país árabe requer mudar a abordagem política ocidental, acabar com a ocupação estrangeira, interromper o apoio a grupos terroristas e separatistas e apoiar os esforços do Estado sírio para alcançar o desenvolvimento sustentável.

rgh/fm/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.