27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Amplo apoio no Uruguai para revogação de lei controversa

LUC-Uruguay-4-300x200

Amplo apoio no Uruguai para revogação de lei controversa

Montevidéu, 26 fev (Prensa Latina) Os apoiadores no Uruguai da revogação de 135 artigos da Lei de Considerações Urgentes (LUC) mostram hoje amplo apoio em uma semana marcada pelo debate público dos senadores antípodas para a votação do Sim e do Não no próximo referendo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Representantes proeminentes de diferentes organizações e grupos sociais, científicos, esportivos e culturais expressaram seu apoio em uma apresentação oficial de campanha no Salón de los Pasos Perdidos do Palácio Legislativo.

A porta-voz do Partido Socialista, Isabel Jorge, destacou a importância do evento para todos os cidadãos como uma demonstração de que esta lei afeta pessoas de todas as classes sociais.

O senador da Frente Ampla do Uruguai, Oscar Andrade, pediu um voto sim para um país melhor para viver e uma maneira diferente de governar, durante um debate público televisionado com Guido Manini, também senador mas pelo partido governista Cabildo Abierto, do lado oposto e por manter intacta a LUC.

Os dois debateram durante mais de uma hora as questões de segurança pública, moradia, educação e relações de trabalho, as áreas mais contestadas.

O analista do movimento sindical uruguaio, Hugo Bai, confirmou que a coleta de 800.000 assinaturas para revogar esses artigos freou a reforma impopular da previdência social do governo.

Ele apontou que seus promotores estavam errados ao evitar mencionar no rascunho original outras questões sensíveis, tais como cuidados na primeira infância, deficiência e o Sistema de Cuidados, estabelecido pelo anterior governo Frente Amplio.

Eles apenas enfatizaram a sustentabilidade econômica e financeira, mas sem poder discutir a renda e os setores em condições de contribuir mais ou menos, disse o membro do Instituto Acadêmico Cuesta Duarte da confederação sindical Pit-Cnt.

A senadora do partido de oposição, Frente Ampla, descreveu uma ligação entre a LUC e o orçamento do governo com base na queda dos gastos públicos e sociais sem levar em conta a renda, o que resultou na perda dos salários e das passividades dos trabalhadores, bem como em impactos adversos na educação e na habitação.

Durante a semana, a Federação Uruguaia de Saúde (FUS) se mobilizou em um dia de paralisação do trabalho a favor do voto Sim, no qual o secretário geral, Jorge Bermúdez, denunciou que representantes do governo e empregadores do setor privado estão ameaçando tirar empregos de trabalhadores que participam de ações de protesto.

Aposentados e pensionistas uruguaios reiteraram sua rejeição à perda do poder de compra, pelo terceiro ano consecutivo, e protestaram em frente à Torre Executiva do governo.

msm/hr/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.