19 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Agitação midiática nos EUA por causa da espionagem da CIA

Agitação midiática nos EUA por causa da espionagem da CIA

Washington, 11 fev (Prensa Latina) A imprensa dos Estados Unidos está hoje noticiando amplamente que a CIA está coletando informações em massa em um programa secreto que poderia afetar a privacidade dos cidadãos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O assunto que ocupou espaços importantes em estações de televisão como CNN e jornais como The New York Times, The Hill, entre outros, aborda uma carta recentemente desclassificada pelos senadores dos Estados Unidos Ron Wyden (Democrata do Oregon) e Martin Heinrich (Democrata de Nova York).

A CIA manteve a natureza dos dados censurados quando desclassificou a carta e, ao mesmo tempo, declarou que um relatório sobre o mesmo assunto, que havia motivado a carta, deveria permanecer totalmente classificado, exceto por algumas recomendações redigidas.

Esse relatório, chamado “Mergulho Profundo II”, fez parte de um conjunto de estudos de um conselho de supervisão que analisou as operações da comunidade de inteligência sob a Ordem Executiva 12333, padrões para atividades de inteligência que o Congresso deixou sem regulamentação por lei, disse o Times.

O cão de guarda, o Conselho de Supervisão de Privacidade e Liberdades Civis, e membros de seu pessoal têm acesso a informações classificadas.

Em março de 2021, os senadores Wyden e Heinrich instaram Avril D. Haines, diretor de inteligência nacional, e William J. Burns, diretor da CIA, a desclassificar a atividade e quaisquer regras internas sobre consulta de dados para informações sobre os estadunidenses.

Entretanto, o Times observou, um funcionário da inteligência, que falou na condição de anonimato para discutir a questão sensível, disse que o Comitê de Inteligência já estava ciente da coleta de dados classificados da própria agência.

Depois que o ex-contratado de inteligência Edward Snowden revelou em 2013 que a Agência Nacional de Segurança estava coletando registros em massa de todas as ligações telefônicas dos estadunidenses usando uma interpretação controversa da Lei Patriota, houve um período de tumulto sobre a extensão da vigilância governamental.

Apesar das proibições, a agência de espionagem conduziu secretamente seu próprio programa maciço sob a Ordem Executiva 12333, os senadores escreveram em sua carta.

Eles o fizeram inteiramente fora da estrutura legal que o Congresso e o público acreditam que rege esta coleção, e sem qualquer supervisão judicial, do Congresso ou mesmo do Poder Executivo, a carta observou. Em uma declaração citada pelo The Hill, o oficial de privacidade e liberdades civis da CIA Kristi Scott disse que a agência leva muito a sério seu dever de “proteger a privacidade e as liberdades pessoais dos residentes nos EUA”.

De acordo com os senadores Wyden e Heinrich, em particular, esses documentos revelam sérios problemas relacionados às buscas sem justificativa de americanos, a mesma questão que gerou preocupação bipartidária no contexto da Lei de Vigilância da Inteligência Estrangeira (FISA).

mem/lb/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.