20 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Lei controversa do governo no Uruguai paralisa Parlamento

Lei controversa do governo no Uruguai paralisa Parlamento

Lei controversa do governo no Uruguai paralisa Parlamento

Montevidéu, 9 fev (Prensa Latina) O senador da Frente Ampla Charles Carrera afirmou hoje que a Lei de Consideração Urgente (LUC) paralisou o Parlamento porque o governo evita debates até depois do referendo revogatório de 135 artigos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Carrera apontou criticamente que “não há projeto de lei em análise que seja decisivo para a sociedade”.

Para exemplificar, explicou que há pedidos de relatórios que não são atendidos e que as comissões não tiveram um trabalho frutífero, nomeações de ministros que estão adiadas por muito tempo e propostas sem discussão até a aprovação do referendo em 27 de março.

Lembrou que a LUC é uma lei que foi imposta sem que minorias ou organizações sociais pudessem discordar.

No caucus da oposição percebe-se que esses artigos da LUC são os atos mais contundentes, mas não os únicos que acarretam retrocessos em termos de direitos do cidadão consagrados.

Fontes da FA alertaram que se vencer o não, o que deixaria o LUC intacto, o caminho ficaria mais aberto para a coalizão de direita no poder e parece mais sensato esperar por esse momento do que desperdiçar energia agora.

Entre as polêmicas propostas governistas adiadas está a de eliminar as eleições obrigatórias na Universidade da República e na Administração Nacional do Ensino Primário, o que reduz o peso da participação democrática no processo de ensino.

Outro debate pendente no Senado refere-se à criação de um cadastro legal para os sindicatos que interferem na cobrança de suas contribuições, e condena a organização dos trabalhadores à imobilidade, segundo alertaram os sindicatos.

A bancada do governo também buscará afastar por lei o dever do Estado de prover moradia e assim amenizar os conflitos e disputas jurídicas que o déficit habitacional gera no país.

Mais polêmica será a trilogia de projetos do Cabildo Abierto sobre “caducidade e reparação” dos anos de ditadura, que se completa com a transferência para prisão domiciliar dos idosos de 65 anos, beneficiando os condenados por crimes de lesa humanidade sob o terrorismo de Estado no Uruguai.

rgh/hr/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.