26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Liuba María Hevia, pacto de ternura em Madri

liuba-maria-hevia-pacto-de-ternura-em-madri

Liuba María Hevia, pacto de ternura em Madri

Por Fausto Triana
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Madri, 27 Jan (Prensa Latina) Estabelece cumplicidade no diálogo íntimo com o público e pouco precisa quando emergem os timbres de sua bela voz: Liuba María Hevia, hoje em seu pacto de ternura em Madri.

Em quase duas horas de concerto no Pequeno Teatro Gran Vía, no coração da capital espanhola, a trovadora cubana conquistou as ovações com a habitual maestria da sua guitarra e o acompanhamento virtuoso de Lino Lores.

Para vos voltar a ver, o emblemático nome do seu recital, também da canção homonima e do seu novo álbum, nos melódicos que antecipam um novo sucesso, alicerçado nas suas vivências e nostalgias no meio da forçada confinamento de quase dois anos pelo Covid-19.

Uma apresentação marcada pelo bom gosto dentro de fios condutores que permitiu aos espectadores desfrutar da viagem de uma prolífica intérprete e compositora, cuja passagem pela pauta é de alguma forma parte inseparável da cultura cubana.

Para começar, um videoclipe (Tristeza) para arrebatar o público num dueto com a espanhola Ana Belén, seguido de imediato por duas guajiras que procuram animar o ambiente. Depois, uma das suas peças mais bonitas e sentidas, Com os fios da lua (O avô), uma homenagem aos seus antepassados e aos emigrantes.

As lembranças daquele avô asturiano tão próximo que revelaram, mais uma vez, seu lirismo vibrante e sua voz impecável, como os vinhos, depois de quatro décadas no palco e o reconhecimento de figuras ilustres da cultura cubana como Omara Portuondo, Silvio Rodríguez, Carlos Varela , José María Vitier, Chucho Valdés, Pablo Milanés, Leonardo Padura (…).

Uma resenha de sua proximidade com as crianças e algumas de suas canções que fazem parte do imaginário de inúmeras gerações, Estela Granito de Canela, El despertar (…) e suas próprias memórias de infância com Luna del 64, em que Ele fala sobre aquele pacto de ternura com sua mãe e seu povo.

-FIRMAMENTO

No entanto, na reta final de um show, Liuba María Hevia buscava pontos mais altos para fechar sua apresentação com chave de ouro. E ela o fez, apelando para um tango de 1934, e para Joaquín Sabina, um de seus “namorados espirituais”, com Noche de Boda.

Não faltariam Ausências, Vidas Paralelas, Se me falta o teu sorriso e algumas palavras de amor e admiração por Eusébio Leal, o falecido historiador de Havana.

Para tanto, ele voltou ao momento em que Lucía Huergo, uma falecida compositora, arranjadora e instrumentista, lhe presenteou com um danzón, cuja música o impressionou bastante. Foi assim que eles chegaram ao My old Havana e, como em todo o show, imagens atrás de suas costas no palco adornavam sua voz.

A despedida obrigou-a a um bis, num até breve, porque a artista cubana regressará com o seu grupo e, entre Maio e Agosto próximo, fará apresentações na Espanha e em Portugal.

jf/ft/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.