27 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Angola perderia soma milionária pelo atraso na vacinação anti-Covid19

Angola perderia soma milionária pelo atraso na vacinação anti-Covid19

Luanda, 26 Jan (Prensa Latina) Angola poderá perder cerca de 70 milhões de dólares investidos na luta contra a Covid-19, se continuarem os atrasos para os cidadãos receberem vacinas, alertou hoje um alto funcionário do governo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O ministro de Estado e chefe das Forças Armadas do Presidente da República, Francisco Furtado, confirmou a existência de cinco milhões de medicamentos que devem ser consumidos até ao final de março, segundo o prazo de validade.

Cada unidade tem um custo médio de 14 dólares, ao contemplar as despesas com transporte e para a sua colocação em centros de assistência, disse em declarações transmitidas esta quarta-feira na televisão pública.

Em termos de recursos gerais para o país, estamos a falar de 70 milhões de dólares que poderão ser perdidos se as populações não receberem estas vacinas a tempo, defendeu o também coordenador da Comissão multissectorial de prevenção e combate à Covid-19.

A campanha de imunização nesta nação africana pretende atingir mais de 16 milhões de pessoas, segundo informação do Executivo.

O mais recente relatório institucional confirmou que 9 milhões 840 mil 404 angolanos já receberam uma primeira dose, o que equivale a 62,42 porcento de cobertura.

No entanto, apenas 4 milhões 573 mil 339 completaram o esquema de proteção composto por duas injeções, ou seja, apenas 29,01 porcento do total.

Por seu lado, a ministra da Saúde Sílvia Lutucuta sublinhou que a transmissão da doença “só pode ser controlada eficazmente com a participação ativa, organizada e sustentada de toda a sociedade e famílias”.

Desde o final de 2019, o mundo vive uma série de incertezas devido à expansão e persistência do coronavírus SARS-CoV-2, que coloca diante de nós o maior desafio de nossas vidas, disse a manchete em mensagem para a celebração hoje do dia nacional do médico.

A pandemia de Covid-19, provocada pelo SARS-CoV-2, está a afetar gravemente as famílias, a sociedade e a economia angolanas, considerou o ministro, que elogiou os profissionais de saúde pela sua resiliência, propósito comum e sentido humanitário na prestação de serviços à população.

O processo de vacinação contra a Covid-19, disse Lutucuta, oferece uma confiança renovada para apoiar o esforço nacional para derrotar a pandemia e iniciar uma recuperação social e económica sustentada.

gás/mjm/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.