28 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Proposta de referendo revocatório marca semana na Venezuela

Proposta de referendo revocatório marca semana na Venezuela

Caracas, 22 jan (Prensa Latina) A aprovação pelo Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela (CNE) das candidaturas e a coleta de assinaturas para um referendo revogatório do Presidente Nicolas Maduro marcam hoje o panorama do país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

As candidaturas aprovadas nesta semana foram promovidas pelos grupos Movimiento Venezolano por el Revocatorio, Todos Unidos por el Referendo Revocatorio e o Comitê Executivo Nacional da Confedejunta, em conjunto com o Comitê de Democracia Nacional e Internacional.

Os grupos declararam sua intenção de se tornar promotores de um pedido de ativação do processo de revogação, que é o primeiro passo de acordo com o regulamento.

Em resposta a isso, o órgão eleitoral anunciou a abertura de mais de mil centros de coleta de assinaturas para iniciar o processo de convocação.

O dia da recepção das assinaturas ocorrerá no dia 26 de janeiro, entre as 06:00 e 18:00 (horário local), de acordo com a agência da rede social Twitter.

Foi estabelecido que o Registro Eleitoral que será utilizado para validar o processo de recepção será o mesmo aprovado e auditado para as Eleições Regionais e Municipais de 21 de novembro de 2021, que consiste em 20.929.987 eleitores.

Por outro lado, as manifestações de vontade serão contadas por cada uma das entidades do país, levando em conta o que foi estabelecido a fim de cumprir com a exigência de ativação.

Se o número necessário de assinaturas for atingido, a CNE organizará o processo, caso contrário, encerrará o processo.

A Constituição venezuelana afirma que somente um pedido de revogação pode ser feito durante o período para o qual o funcionário foi eleito, dizem as fontes.

O referendo deve ser solicitado por não menos de 20% dos eleitores registrados no círculo eleitoral em que o funcionário foi eleito, e a mesma ou mais pessoas do que as que o elegeram em primeiro lugar devem votar a favor da convocação.

Outro requisito é que mais de 25% dos eleitores do círculo eleitoral exerçam seu direito de voto e, além disso, o número de eleitores a favor da convocação deve ser maior do que o número de eleitores contra.

Levando em conta as disposições do artigo 72 da Constituição, e de acordo com o último corte do registro eleitoral, cerca de 4.253.563 assinaturas ou manifestações de vontade verificadas pela CNE são necessárias para ativar o processo.

Uma vez convocado, pelo menos 5.316.953 eleitores devem participar, de acordo com a regra de 25% de comparecimento mínimo, e um total de 6.248.864 cidadãos também devem votar a favor da revogar o mandato de Maduro, o mesmo número que o elegeu como presidente em 2018.

Somente se estas duas últimas condições forem cumpridas é que o mandato do atual Chefe de Estado seria considerado revogado.

jha/ycv/vmc

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.