26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Líder ortodoxo denuncia ataques de colonos israelenses em Jerusalém

lider-ortodoxo-denuncia-ataques-de-colonos-israelenses-em-jerusalem

Líder ortodoxo denuncia ataques de colonos israelenses em Jerusalém

Ramallah, 17 Jan (Prensa Latina) O Patriarca Ortodoxo Grego de Jerusalém, Teófilo III, denunciou hoje os ataques de colonos israelenses contra santuários, clérigos e cristãos naquela cidade e na chamada Terra Santa, com o objetivo de expulsá-los de a região.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Durante um encontro com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, o religioso afirmou que essas ações buscam intimidar os fiéis, especificou a agência oficial de notícias Wafa.

Explicou que os chefes das várias igrejas cristãs iniciaram uma campanha internacional para denunciar esta situação ao mundo.

Em particular, ele se referiu às tentativas de grupos sionistas de confiscar vários edifícios cristãos perto do Portão de Jaffa, uma área usada pelos peregrinos para se mudar para a Igreja do Santo Sepulcro, localizada na Cidade Velha.

Por sua vez, o líder da ANP reiterou o apoio de seu governo aos habitantes de Jerusalém Oriental ocupada e prometeu defender os lugares sagrados islâmicos e cristãos dos colonos.

Há uma semana, Teófilo III repetiu as mesmas acusações em uma coluna publicada em um jornal britânico.

“As igrejas são ameaçadas por grupos radicais israelenses… por causa desses extremistas sionistas, a comunidade cristã em Jerusalém está sofrendo muito”, escreveu ele.

Nossos irmãos e irmãs são vítimas de crimes de ódio, enquanto as igrejas são regularmente profanadas e vandalizadas e o clero é submetido a frequentes intimidações, denunciou.

Os religiosos ortodoxos afirmaram que esses setores extremistas não representam o povo judeu.

As tropas israelenses ocuparam Jerusalém Oriental na guerra de 1967 e desde então se recusaram a se retirar, apesar das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

De fato, em 1980 as autoridades israelenses declararam toda a cidade a capital eterna e indivisível do país, posição rejeitada pela comunidade internacional, que considera a área oriental como parte do futuro Estado palestino.

rgh/rob/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.