22 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Estudo ambiental na Itália aponta freios nas energias renováveis

Italia, Legambiente, informe, energías, renovables

Estudo ambiental na Itália aponta freios nas energias renováveis

Roma, 14 jan (Prensa Latina) O relatório da associação Legambiente intitulado Xeque-mate às fontes renováveis, publicado hoje, aponta 20 lugares simbólicos na Itália onde esse tipo de energia está sendo retido e colocado em jogo pela burocracia.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na Itália do sol e do vento, aponta o texto, as energias renováveis lutam para decolar, lembrando que na maioria das vezes são prejudicadas por uma burocracia pesada e por bloqueios das administrações locais e regionais, das Superintendências, entre outros.

Regulamentações obsoletas, morosidade na emissão de licenças, discrição nos procedimentos de avaliação de impacto ambiental, regulamentações regionais não homogêneas entre si, além de disputas entre instituições, são entre outros os fatos que afetam de acordo com o documento analisado pela Legambiente.

Entre os 20 locais, o relatório exemplifica o exemplo de Veneto, onde o conselho regional propôs uma lei para limitar a instalação de sistemas solares fotovoltaicos em áreas agrícolas, bem como os casos de parques eólicos offshore em Rimini, Taranto, Sicília e Sardenha.

Para Stefano Ciafani, presidente nacional da Legambiente, citado num comunicado daquela entidade, os “fortes aumentos na fatura” devido ao consumo excessivo de gás na Itália não fazem frente ao aumento da produção nacional dos poucos hidrocarbonetos presentes no subsolo e no fundo do mar italiano ou com “um retorno surreal à energia nuclear cara”.

Especificou que isso deve ser enfrentado de forma estrutural, com o desenvolvimento de energias renováveis, inovação industrial e políticas de eficiência energética nos edifícios.

O texto de Legambiente enfatiza a urgência de agilizar os procedimentos para novos projetos eólicos onshore e offshore, para a modernização das usinas existentes, para a construção de usinas agrovoltaícas e para as comunidades energéticas que utilizam energia gerada localmente a partir de fontes renováveis. No relatório Legambiente, detalha que entre as primeiras críticas que afetam o desenvolvimento de fontes renováveis na Itália estão a falta de um marco regulatório único e preciso capaz de ordenar e inspirar as decisões de todos os atores envolvidos nos processos de avaliação e autorização.

Salienta ainda a necessidade de uma lei consolidada que simplifique o processo de autorização das centrais, defina de forma única as funções e responsabilidades dos diferentes órgãos do Estado e conceda prazos específicos para os procedimentos.

Além disso, em conjunto com processos de simplificação de procedimentos, transparência e certeza de tempo, indica a importância de uma maior participação dos territórios, tanto na identificação de estratégias em prol dos objetivos climáticos, quanto na criação e identificação de sítios. deve ser localizado.

mem / smp/ mmd

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.