21 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cuba lembra legado do líder estudantil Julio Antonio Mella

cuba-lembra-legado-do-lider-estudantil-julio-antonio-mella

Cuba lembra legado do líder estudantil Julio Antonio Mella

Havana, 10 jan (Prensa Latina) Cuba evoca o legado do dirigente Julio Antonio Mella, fundador da Federação de Estudantes Universitários (FEU), assassinado hoje há 93 anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Com relação ao aniversário, os alunos da Universidade de Havana e da capital vão homenagear o herói em seu monumento localizado próximo a essa casa de estudos.

Além disso, na ocasião será relançada a campanha do centenário da FEU, que tem como principal objetivo, segundo a Federação, ser melhores alunos e revolucionar práticas, pensamentos, salas de aula e bairros.

No início da década de 1920, Mella participou da assinatura de um manifesto pelo qual estudantes de direito se opunham à nomeação como Reitor Honoris Causa da Universidade do General norte-americano Enoch Herbert Crowder.

Segundo documentos históricos, seus primeiros trabalhos jornalísticos apareceram na revista universitária Alma Mater (1922-1923), da qual foi administrador.

Na verdade, em 1923 ele se destacou como o líder da luta estudantil pela reforma universitária e fundou a Federação de Estudantes Universitários.

Também nesse ano presidiu ao I Congresso Nacional de Estudantes e criou a Universidade Popular José Martí.

Em 1924 fundou a Liga Anti-Clerical e ingressou na Associação Comunista de Havana, da qual desenvolveu um trabalho muito ativo junto ao proletariado.

No ano seguinte criou a seção cubana da Liga Antiimperialista das Américas e participou da fundação do primeiro Partido Comunista de Cuba, em união com Carlos Baliño.

Em 1926 foi expulso da Universidade por suas ações revolucionárias e fez greve de fome, então teve que se exilar no México.

Mella participou do Congresso de 1927 contra a opressão colonial em Bruxelas, Bélgica e depois visitou a União Soviética como delegada ao IV Congresso Sindical Vermelho Internacional.

Aos 26 anos, em 10 de janeiro de 1929, foi assassinado no México por ordem do ditador cubano Gerardo Machado.

jf / idm / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.