18 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Autoridades relatam estabilidade em todas as regiões do Cazaquistão

Autoridades relatam estabilidade em todas as regiões do Cazaquistão

Nursultan, 9 jan (Prensa Latina) O ministro do Interior em exercício do Cazaquistão, Yerlán Turgumbáyev, informou hoje que a situação se estabilizou em todas as regiões do país onde houve distúrbios, embora a operação antiterrorista continue. O funcionário disse que as agências de aplicação da lei retomaram o controle de todos os prédios da administração local que foram invadidos pelos insurgentes e o funcionamento dos serviços comunitários e dos sistemas de suporte de vida foi restaurado, informou a agência de notícias TASS.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Pelo menos 16 policiais, membros da Guarda Nacional e do Ministério da Defesa do Cazaquistão morreram durante os tumultos naquele país e mais de 1.300 pessoas ficaram feridas, disse.

Durante os distúrbios, as forças da ordem detiveram cerca de 5.800 pessoas, muitas delas estrangeiras, e 125 processos penais foram instaurados, informou este domingo o serviço de imprensa presidencial.

Turgumbáyev destacou que durante as manifestações dos últimos dias, a situação mais difícil foi registrada em Almaty, antiga capital do país, onde em 5 de janeiro cerca de 20 mil pessoas tomaram a sede do governo local.

Salientou que em todas as ações os manifestantes demonstraram competência profissional, disciplina e organização.

“Antes do ataque, as câmeras de segurança eram desativadas, colocaram barricadas nas estradas e postos de observação nos perímetros. Para coordenar as ações, usavam rádios”, explicou.

O responsável indicou que o aeroporto internacional de Almaty também foi tomado, o que provocou o cancelamento de voos, ao mesmo tempo que saquearam todas as lojas e caixas eletrônicos do terminal aéreo.

Os protestos no Cazaquistão começaram em 2 de janeiro nas cidades de Zhanaozen e Aktau, na região de Manguistau (sudoeste do país), onde moradores se manifestaram contra os altos preços dos combustíveis.

A partir de 1º de janeiro, o preço do litro de gás liquefeito subiu para 120 tenge ($0,27 dólares) e eles pediram para reduzi-lo para 50-60 tenge ($0,11-0,13 dólares).

Em 5 de janeiro, o presidente aceitou a renúncia do Governo de seu país, acusado pelo presidente da liberação dos preços dos combustíveis e, portanto, da origem das manifestações.

Nesse dia e no dia 6 de janeiro, os motins se intensificaram, com saques e ataques a instituições do Estado, que causaram cerca de 20 mortos e mais de mil feridos.

O presidente do Cazaquistão, Kasym-Zhomart Tokayev, ordenou na quarta-feira que o governo introduzisse uma regulamentação estatal temporária dos preços do gás liquefeito, gasolina e diesel por um período de 180 dias corridos.

O executivo introduziu nesta quinta-feira por seis meses um limite para os preços do gás liquefeito e da gasolina, bem como uma moratória para o crescimento das tarifas do serviço público.

Apesar das medidas, as ações dos insurgentes continuaram com o uso de armas de fogo e o agravamento dos enfrentamentos contra policiais.

Diante desta situação, o chefe de estado pediu ajuda aos demais países membros da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (Armênia, Belarus, Quirguistão, Rússia e Tadjiquistão), cujas forças de paz já realizam tarefas de proteção de instalações e edifícios estratégicos no país.

mem / mml / hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.