18 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Incêndios e Covid-19 atingem o Uruguai durante a semana

Uruguay, incendios, semana

Incêndios e Covid-19 atingem o Uruguai durante a semana

Montevidéu, 8 jan (Prensa Latina) Macro incêndios florestais e uma segunda onda de Covid-19 com números sem precedentes de contágios marcam a semana conturbada no Uruguai.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Estima-se que 37.000 hectares tenham sido destruídos pelas chamas, até agora não apagada, pelo que é considerado o maior incêndio de seu tipo no país nos departamentos vizinhos de Rio Negro e Paysandu.

O atual presidente da Comissão Permanente do Parlamento, Alejandro Sánchez, da Frente Ampla, coordenou uma nomeação de quatro ministros para comparecer perante o Parlamento para explicar as causas, ações, decisões, problemas e como ajudar as pessoas afetadas.

Rafael Menéndez, membro do partido governista Cabildo Abierto, foi adiante para questionar as medidas insuficientes do governo, tais como isentar as vítimas de dois meses de pagamentos às empresas de distribuição de eletricidade e água, o que ele descreveu como uma “piada” para “pessoas que perderam praticamente tudo”.

O desastre trouxe à tona transgressões de proprietários de terras florestais para a indústria de celulose, que estenderam seus campos a apenas 50 metros de distância de vilarejos, quando a lei estipula 500 metros.

Por outro lado, o Uruguai registrou 6.104 novos casos positivos de Covid-19 na sexta-feira, o maior número diário para a pandemia aqui desde março de 2020, com previsões de semanas adversas pela frente.

No final da semana havia 22.548 pacientes ativos, sendo 33 deles em enfermarias de cuidados críticos e cinco mortos em meio a uma circulação comunitária da variante Ômicron.

Na frente política, foi destaque a afirmação do presidente eleito da Frente Ampla, Fernando Pereira, de que o “sim” à revogação de 135 artigos da Lei de Consideração Urgente (LUC) está crescendo para o próximo referendo.

“Eles estão nervosos por uma razão”, disse ele sobre a campanha da coalizão governista de direita para manter intacta uma peça legislativa contestada adotada no parlamento por uma magra maioria de cinco partidos aliados.

A este respeito, o secretário geral da União da Construção Uruguaia (Sunca), Daniel Diverio, estimou que as 800.000 assinaturas coletadas para permitir o referendo pararam “o rolo compressor neoliberal aplicado em 2020 pelo atual governo”.

A Federação Uruguaia da Carne e Indústrias Aliadas (Foica) denunciou que a multinacional Marfrig deu recompensas monetárias aos trabalhadores que não aderiram às greves por exigências salariais, o que descreveu como uma medida “claramente antissindical”.

Ao mesmo tempo, o sindicato das comunicações apresentou uma queixa na justiça para impedir a decisão do governo de aplicar a portabilidade numérica para a telefonia celular, o que causará prejuízos de milhões de dólares para a empresa pública Antel, a fim de favorecer a concorrência privada.

msm/hr/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.